Dilma pede apuração rigorosa de negligência na morte de servidor Duvanier Paiva Ferreira

A presidenta Dilma Rousseff determinou ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que apure com rigor a denúncia de negligência de dois hospitais particulares de Brasília no atendimento ao secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. Duvanier, de 56 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (19), em conseqüência de um infarto.

Denúncia publicada na edição de hoje (20) do jornal Correio Braziliense informa que o secretário procurou os hospitais Santa Lúcia e Santa Luzia, mas não foi atendido porque seu plano de saúde não era aceito pelas instituições. Para atendê-lo, os hospitais exigiram um cheque caução, mas como ele estava sem cheque, o atendimento foi recusado.

Duvanier foi atendido em um terceiro hospital, o Hospital Planalto, mas os médicos não conseguiram reanimá-lo.

Na noite de quinta-feira (19), a presidenta Dilma ligou para o ministro Alexandre Padilha e determinou a apuração rigorosa do caso.

A Presidência divulgou nota de pesar pela morte de Duvanier, na qual afirma que o servidor teve “uma trajetória política destacada, tanto no movimento sindical quanto no governo, em defesa da democracia e da justiça social no Brasil”. No cargo desde 2007, ele atuava na condução das relações de trabalho do governo com os servidores públicos.

 

 Matéria relacionada: 

Ministra da Igualdade Racial suspeita de discriminação em morte de Duvanier

 

Fonte: Agencia Brasil

+ sobre o tema

A cor da trabalho

Empresas se beneficiam com mais negros em cargos-chave, mas...

ONG Favela Mundo abre 1.200 vagas em cursos de capacitação em quatro comunidades do Rio

A ONG Favela Mundo abre segunda-feira as inscrições para...

Vai ser ”um massacre”, diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento

O debate sobre a flexibilização do isolamento social em...

TJ-SP adia decisão sobre juíza Kenarik Boujikian

Desembargadora é alvo de representação por mandar soltar presos...

para lembrar

Fundamentalismo religioso é causa de graves transtornos mentais

Filha de missionários da Assembleia de Deus, especialista ajuda...

Uma mulher grávida ou bebê morre a cada 11 segundos no mundo, diz Unicef

Motivo é a falta de cuidados na atenção primária...

Fatima Oliveira – Um dilema brasileiro: a Saúde da Mulher na encruzilhada

Como espaço de concertação e definição de rumos, chegou...

Geledés se une a organizações para exigir mais recursos ao mecanismo EMLER da ONU

Geledés – Instituto da Mulher Negra, em parceria com...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=