Dilma Rousseff já começa a trabalhar na montagem do novo governo

Por: Fábio Mendes

 

 

Recém eleita, a nova presidente do Brasil, Dilma Rousseff, não quer perder tempo e começa a estruturar o novo governo. Segundo informações da BandNews FM de Brasília, ela quer começar as reuniões para montar o governo de transição assim que voltar das férias de dez dias que vai tirar a partir de quarta-feira.

Dilma deve remontar o chamado “núcleo duro” com ministros mais próximos atuando como conselheiros, como fez o presidente Lula em 2002.

O time de Dilma seria formado por Paulo Bernardo, que pode assumir a Casa Civil, Fernando Pimentel, cotado para o Planejamento, e Antônio Palocci, apontado como novo ministro da Saúde. Assumiria a coordenação política o vice-presidente Michel Temer.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, visto como novo chefe de gabinete de Dilma, garante a chegada de um novo governo independente do presidente Lula.

Perfil

A eleição de Dilma Rousseff impõe um perfil mais gerencial e menos político ao governo brasileiro a partir de 1º de janeiro. A característica fica evidente no primeiro modelo de ministério em estudo pela presidente eleita do Brasil.

Sem riscos, a política econômica vai ser mantida, mas o Banco Central pode ser chefiado por Alexandre Tombini e o Ministério da Fazenda por Nelson Barbosa ou Luciano Coutinho.

Dilma avalia criar um Ministério da Infraestrutura que incluiria o Programa de Aceleração do Crescimento, Transportes, portos e aeroportos e seria entregue a Henrique Meirelles.

 

Font: Band

+ sobre o tema

Obama afirma que reanimar a economia é sua tarefa mais urgente

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considera que...

Tribunais são enviesados contra mulheres e negros e não fazem justiça, diz advogada da OAB

Os Tribunais de Justiça são enviesados e, por isso,...

O tal “panelaço” tem cara, grife, cor e endereço, nobre, diga-se de passagem

O tal "panelaço", importado da Argentina, de que  grande...

O silêncio da mídia diante da denúncia de golpe do fotógrafo brasileiro ganhador do Pulitzer

Dez dias atrás, o fotógrafo Mauricio Lima foi festejado pelos grandes meios...

para lembrar

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=