Direitos das mulheres seguem em debate, no Uruguai, em encontro de ministras e altas autoridades do Mercosul

Agenda prevê debates sobre violência contra mulheres e meninas, campanha contra tráfico para fins de exploração sexual e reflexão sobre ação política e democracia

 

Reunidas em Montevidéu, no Uruguai, ministras e autoridades da área de defesa das mulheres no Mercosul (bloco formado pelo Brasil, a Argentina, o Uruguai, a Venezuela e o Paraguai, que está temporariamente suspenso do bloco) discutem melhor qualidade de vida, o combate à violência e ao tráfico. A ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), Eleonora Menicucci, participa dos debates que acabam nesta sexta-feira (24/05).

É a terceira edição do encontro. No Brasil, o governo mostrou, no começo do mês, que ainda é baixo o percentual de denúncias relativas ao tráfico de pessoas. A campanha nacional de combate ao tráfico de pessoas foi lançada no país no último dia 9, em parceria com o Escritório das Nações unidas sobre Drogas e Crime (Unodc). O objetivo é fornecer elementos às autoridades brasileiras para investigar as ocorrências.

Considerado um crime invisível, o tráfico de pessoas é uma prática frequente e preocupante no Brasil. Ainda assim, segundo dados divulgados pela pasta, entre 2005 e 2011 a Polícia Federal instaurou 514 inquéritos de tráfico de pessoas, sendo a maior parte (344) relacionada ao trabalho escravo.

No Brasil, os números mostram que 157 desses inquéritos são de tráfico internacional e 13 de tráfico interno, modalidade em que o índice de denúncias é considerado muito baixo. Ao todo, 381 suspeitos foram indiciados nesse período, mas apenas 158 foram presos.

A SPM lançou, em março, o programa “Mulher, Viver sem Violência”. Entre as ações da iniciativa, está a implementação, em regiões de fronteira, de núcleos especializados de atendimento a mulheres em situação de tráfico e violência. A rede de enfrentamento ao tráfico de pessoas, disponibilizada pelo governo brasileiro, inclui núcleos e postos estaduais e municipais, rede consular de apoio no exterior, os serviços Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos, e Ligue 180, da SPM. As denúncias também podem ser encaminhadas à Polícia Federal.

A diretora do Instituto Nacional das Mulheres do Uruguai, Beatriz Ramírez, disse que o esforço é para buscar ações que reduzam cada vez mais as desigualdades no tratamento entre homens e mulheres na região.

O presidente do Comitê de Qualidade com Equidade do Ministério das Relações Exteriores, Jorge Meyer, destacou que o esforço no Uruguai é para assegurar que as mulheres tenham as mesmas condições dadas aos homens no mercado de trabalho.

Organismo de integração regional e de construção das políticas para as mulheres no âmbito do Mercosul, a Reunião de ministras e Altas Autoridades da Mulher do Mercosul (RMAAM) foi criada em dezembro de 2011, dando continuidade à Reunião Especializada da Mulher (REM), criada em 1998.

*Com informações da Presidência da República do Uruguai

Comunicação Social
Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM
Presidência da República – PR

Fonte: SPM

+ sobre o tema

Duas médicas explicam porque aceitaram o Mais Médicos

Duas médicas do grupo de 45 profissionais que passará...

Fármaco brasileiro mostra bons resultados contra anemia falciforme

Por Karina Toledo Agência FAPESP – Um fármaco...

Maria da Ilha, um retrato da catarinense Antonieta de Barros em crônicas

Professora e política, ela também fundou jornais e escreveu...

Vamos para onde os brasileiros não vão, diz cubano vaiado por médicos

Um dos médicos cubanos vaiados na noite de...

para lembrar

Homens e mulheres concordam: o preconceito de gênero interfere no salário

De 13 perguntas da pesquisa Mitos & Verdades, feita...

Mulher Negra Brasileira Um Retrato – Rebecca Reichmann

A opinião publica brasileira raramente reconhece ou critica os...

Diálogos Feministas: Análise de conjuntura e desafios para a defesa da democracia

Esta publicação traz uma síntese do debate realizado: uma...

Thorning-Schmidt é nomeada primeira-ministra da Dinamarca

A líder dos social-democratas dinamarqueses, Helle Thorning-Schmidt, foi oficialmente...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=