Documentário ‘Viva Nossa Voz’ traz discussão sobre papel das redes para amplificar as vozes e a potência da comunidade negra no Brasil

O Instagram e o Canal Brasil lançam hoje (18) o documentário Viva Nossa Voz, que traz reflexões sobre como as redes sociais e o poder da imagem estão criando novas percepções positivas e inspiradoras sobre ser negro no Brasil. O documentário ficará disponível a partir de hoje no IGTV do @canalbrasil em formato de série em 3 episódios, e também contará com exibição na íntegra no Canal Brasil, dia 23 de dezembro, às 23h30.

Ancorado por Rosane Borges o documentário aborda, através dos relatos de Mc Carol de Niterói, Ana Carolina Oliveira, coletivo Afrobapho, Carla Akotirene, Gabriela de Matos, Gabriela Loran, Isaac Silva e Matheus Pasquarelli, as principais discussões raciais atuais de forma profunda, permeando como as redes sociais estão promovendo novas formas de representatividade e sensação de pertencimento, além de ampliar o conhecimento sobre raízes culturais e fortalecer a conexão da comunidade negra.

“Estamos celebrando esta parceria entre o Canal Brasil, o Instagram e a produtora Preta Portê, que deu vida ao documentário “Viva Nossa Voz”. É mais uma oportunidade de participarmos de conversas urgentes para o sociedade, através do nosso conteúdo. A diversidade é um dos principais pilares do Canal Brasil e há uma atenção constante para que a representatividade nas telas seja vista, pensada, discutida e que traga a possibilidade de transformar quem nos assiste em algum momento”, afirma Gesiele Vendramini, Gerente de Negócios, Produção e Digital do Canal Brasil.

O documentário Viva Nossa Voz traz relatos e reflexões fundamentais sobre temas como racismo, feminismo negro, pater-maternidade negra, vidas LGBTQIA +, empreendedorismo, positividade corporal, nova masculinidade negra, Afrofuturismo e saúde mental, tópicos que ganham cada vez mais força através de discussões nas redes e da formação de verdadeiras comunidades de apoio no Instagram.

“O Instagram é um ambiente onde comunidades de apoio se formam e crescem diariamente. Principalmente para os jovens da comunidade negra, esse é um fator muito importante que os permite compartilhar experiências com pessoas que passam por situações semelhantes, formando uma verdadeira rede de apoio e troca para obter ajuda, inspiração e incentivo”, reforça Natalia Paiva, Head de Políticas Públicas do Instagram para América Latina.

O projeto “Viva Nossa Voz” teve consultoria de Hélio Menezes, antropólogo e pesquisador e Joice Berth, arquiteta, urbanista e escritora. A produção foi realizada pela Preta Portê filmes, liderada por Juliana Vicente, diretora e fundadora da produtora. A artista visual Rosana Paulino também contribuiu com sua visão conceitual, representando a força e o poder da ancestralidade que a comunidade negra leva ao longo de sua trajetória.

O documentário já está disponível no IGTV do @canalbrasil em formato de série em 3 episódios, e a exibição na íntegra acontece dia 23 de dezembro, às 23h30, no Canal Brasil.

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Mulheres pretas e pardas são as mais afetadas pela dengue no Brasil

Mulheres pretas e pardas são o grupo populacional com...

‘Me sinto decapitado’: por que cada vez mais homens têm o pênis amputado no Brasil?

Uma verruga no pênis fez João*, de 63 anos,...

Direito ao voto feminino no Brasil completa 92 anos

As mulheres são atualmente 52% do eleitorado brasileiro, segundo...

para lembrar

O significado do ‘nós por nós’

Quando a História deste terrível 2020 for contada, o...

‘O.J.: Made in America’ vence o Oscar de Melhor Documentário

  Vinte e dois anos depois de O.J. Simpson ser...

História do Racionais MC’s vira documentário na Netflix; veja as primeiras imagens

Grupo mais influente do rap nacional, o Racionais MC's...
spot_imgspot_img

Retrospectiva Negra de 2023

Começamos o ano de 2023 recuperando a esperança em avanços na área de direitos humanos. Depois de quatro anos de conservadorismo opressor, negacionismo científico,...

Documentário ‘Quantos Dias. Quantas Noites’ entra para o catálogo do Itaú Cultural Play

Na quinta-feira, 12 de outubro, a Itaú Cultural Play leva para seu catálogo o novo filme de Cacau Rhoden, Quantos Dias. Quantas Noites. Diretor de produções como Nunca me...

Geledés celebra a história do Hip Hop e Projeto Rappers em documentário

No Dia do Nascimento do Hip Hop, Geledés - Instituto da Mulher Negra emociona com o lançamento do documentário "Projeto Rappers: A Primeira Casa...
-+=