DURBAN + 10 – Informe Articulação de ONGs de Mulheres Negras Brasileiras – AMNB

Maria Mulher, organização de mulheres negras integrante da coordenação da AMNB foi selecionada pela ONU para falar 2 minutos durante a mesa redonda sobre vítimas de racismo na ONU (ECOSOC) hoje, 22/09/2011).

A organização, não está presente em Nova Iorque nesta data, delegou Rodnei Jericó, de Geledés, o direito de representa-la e falar.

Assim, Rodnei Jericó, em nome de Maria Mulher, da AMNB e das organizações brasieiras presentes em Nova Iorque para Durban+ 10 (Geledés, Criola, Rede de Mulheres Negras do Paraná, Cfemea, Ágere/ Comunidade Bahai) fará a seguinte apresentação para as autoridades governamentais e da ONU presentes:

“Em nome da Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras, das várias Organizações da Sociedade Civil brasileiras presentes nesta Sessão das Nações Unidas sobre Durban+10, expresso a nossa profunda insatisfação, após 10 anos da aprovação do Plano de Ação e da Declaração da Conferência Mundial contra o Racismo, Discriminação Racial, Xenfobia e Formas Correlatas de Discriminação frente aos insuficientes resultados alcançados neste período.

Nós, as mulheres negras somos o maior grupo de vítimas de racismo no mundo. E ainda esperamos que os Governos Nacionais, assim como o Secretário-Geral das Nações Unidas e o Alto Comissariado de Direitos Humanos cumpram, conforme compromisso firmado no Plano de Ação e Declaração de Durban, com a obrigação moral de tomar medidas adequadas e eficazes para deter e reverter as conseqüências duradouras da escravidão, a comércio de escravos, o tráfico de escravos transatlântico, do apartheid, genocídio e tragédias do passado”

A sociedade civil em todo o mundo é uma das principais forças mobilizadas para garantir que todos os compromissos assumidos em Durban possan tornar-se direitos efetivos para todas as mulheres e homens que vivem em todas as regiões do mundo, de diferentes gerações, identidades de gênero e condições econômicas.

Frente a persistência do racismo estrutural em todos os Estados-membro, e considerando as dificuldades em curso do Secretariado das Nações Unidas e do Escritório do Alto Comissariado de Direitos Humanos para desenvolver os mecanismos necessários para superar o racismo, urge que sejam implementados os compromissos de fortalecer a participação da sociedade civil sociedade em todos os níveis e que a criminalização e perseguição de defensores dos direitos humanos seja interrompida.

Senhoras e Senhores que representam as nações do mundo, é sua a grave responsabilidade de superar suas próprias limitações e interesses mesquinhos, em nome de sua obrigação de agir pelo bem comum.”

Informação enviada diretamente da Sessão de abertura do evento comemorativo dos 10 anos da Conferência de Durban por Jurema Werneck as 13h25m de 22/09/2011.

+ sobre o tema

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos...

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado...

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade...

para lembrar

Parceria entre Samsung e Senai-SP gera curso gratuito de programação

Estão abertas as inscrições para o curso gratuito de codificação e...

Estudante defende TCC sobre reconhecimento da beleza da mulher negra em quilombo no Pará

Durante mais de dois anos, a estudante promoveu oficinas...

Os Estados e a universidade pública

Por: PAULO GABRIEL SOLEDADE NACIF   A rede de...
spot_imgspot_img

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas cívico-militares na rede estadual e municipal de ensino foi aprovada na noite desta terça-feira (21) na...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem sido objeto de debate em diversos contextos nacionais e internacionais, mobilizando famílias, a sociedade e...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos os candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no pagamento da inscrição do Exame Nacional...
-+=