Em cidade do Japão, crianças e adolescentes recebem cartilha sobre diversidade sexual

Na tentativa de combater o preconceito, uma escola no município de Saitama, região metropolitana de Tóquio, distribui o material a seus alunos há cerca de um mês

Há cerca de um mês, uma escola pública do município de Saitama, região metropolitana de Tóquio, no Japão, tem distribuído a seus alunos a cartilha “De quem você vai gostar”. O material representa uma tentativa de discutir a diversidade sexual com crianças e adolescentes.

Por meio de setas, são retratadas diversas formas de relacionamento entre os seres humanos. A iniciativa é importante em um país como o Japão, onde 69% dos homossexuais dizem ter sofrido algum tipo de discriminação, segundo pesquisa da Campanha do Laço Branco pelo Respeito à Vida.

A cartilha traz a ideia de que a escolha da orientação sexual tem de ser respeitada e não deve se submeter a valores sociais e culturais. Abaixo, um trecho do texto:

“Quando os jovens atingem a puberdade, muitas vezes eles gostam de outras pessoas, e isso é chamado de atração sexual. Dependendo de quem gosta uma pessoa, esta é a sua orientação sexual. A maioria é heterossexual, mas as pessoas que são homossexuais e bissexuais não formam um pequeno grupo. A orientação sexual é inata e não pode ser alterada por uma intervenção; por isso, não há necessidade de alterar suas preferências. Quando se trata de compreender a orientação sexual, deve-se levar tanto tempo quanto for necessário.”

Foto de capa: Prefeitura de Saitama

Fonte: Revista Fórum

+ sobre o tema

Senado dos EUA aprova proteção ao casamento gay

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira (29/11),...

Marina: Paradoxos

 Há algo perturbador na performance eleitoral de Marina da...

Novo clipe de Lady Gaga tira a cultura do estupro de debaixo do tapete; assista

O vídeo conta a história de quatro jovens que são abusadas...

Como é ser um gay negro que só saiu com brancos

Enquanto eu rapidamente me aproximo do meu 25° aniversário,...

para lembrar

‘Viagra feminino’: veja 7 perguntas sobre o remédio aprovado nos EUA

Venda de flibanserin foi autorizada nos Estados Unidos nesta...

Saiba quem é Mayara Lima, a princesa de bateria que viralizou na internet

Mayara Lima, cujo vídeo ensaiando com a bateria da Paraíso do...

Maria Gal relembra racismo: “Diretor achou que meu tom de pele não era comercial”

Atriz, que participou da série “Sob Pressão” e contracenou...

A gente negra ama (e consome). Tá ligado, O Boticário?

Nos subterrâneos de Gothan City, os irmãos Malafisto, Suaristo,...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=