Empresa abre inscrições para premiar mulheres cientistas

Enviado por / FonteDo R7

'25 Mulheres na Ciência da América Latina 2022' busca reconhecer o impacto das cientistas em suas comunidades

A cada ano que passa aumenta o número de mulheres que ingressam em áreas atreladas à ciência. No entanto, ainda existe um abismo entre os gêneros: de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), menos de 30% dos pesquisadores nas áreas de Stem (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) são mulheres.

Com o intuito de promover maior acesso às disciplinas Stem, a empresa 3M abre a segunda edição do programa 25 Mulheres na Ciência da América Latina 2022. Essa é uma iniciativa que incentiva a trajetória feminina na ciência, além de reconhecer as conquistas já feitas pelas mulheres na área.

Daniela Ushizima, uma das cientistas do Brasil que se destacaram na primeira edição, ressaltou como o programa deu mais visibilidade ao trabalho. “Foi uma honra ser selecionada como uma das 25 Mulheres na Ciência. Participar dessa rede é uma forma de dar visibilidade ao trabalho das cientistas latino-americanas.”

Na primeira edição, a iniciativa contou com a participação de mais de mil mulheres cientistas. Elas apresentaram os seus projetos e histórias a um júri que selecionou as 25 cientistas de maior destaque de países como Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México, Peru, Panamá e Uruguai.

Pré-requisitos

A cientista interessada em apresentar os seus projetos deve ser maior de idade; ter nascido ou viver num país latino-americano; ser autora ou ter participado como líder em pelo menos um projeto com um protótipo e/ou teste-piloto que demonstre uma ideia de inovação científica baseada na filosofia Stem.

Entre os aspectos utilizados para garantir a inclusão e evitar vieses inconscientes de escolha está o fato de não serem solicitadas fotos, vídeos ou histórico universitário durante a primeira fase do processo.

A convocação para esta segunda edição vai até 22 de outubro. As cientistas interessadas em participar deverão preencher o formulário e explicar o seu projeto utilizando entre 140 e 280 caracteres.

Premiação

As finalistas da segunda edição do programa serão anunciadas em 11 de fevereiro de 2022, durante um evento virtual, no qual também será apresentada a segunda edição do livro 25 Mulheres na Ciência da América Latina.

Entre os benefícios que as vencedoras receberão está a inclusão dos seus projetos e histórias na segunda edição do livro comemorativo do programa, bem como o acesso a um curso de liderança e inovação em uma instituição acadêmica de prestígio e um plano de visibilidade científica e de trabalho em rede.

+ sobre o tema

Estudantes protestam em apoio a aluno repreendido por usar batom em escola

Diego Archanjo, de 17 anos, começou a usar batom...

SPM e Seppir entregam Prêmio Mulheres Negras Contam Sua História

Dez mulheres negras serão agraciadas com prêmios em dinheiro,...

Mulheres concentram 60% de casos de racismo pela internet no Brasil

O racismo dói e tem viés de gênero. As...

para lembrar

Projeto dá visibilidade ao trabalho de cientistas negras brasileiras de forma lúdica

A ciência também é coisa de menina Quantas mulheres pesquisadoras...

Serviço militar obrigatório e outros argumentos fajutos contra o feminismo

Zézinho adooooora mandar feminista lutar pelo trabalho militar forçado...

Homem mata mulher e filha a facadas, depois tenta suicídio em Osasco

Vítimas chegaram a ser socorridas e levadas por bombeiros...

Mulheres têm mais diplomas, mas menos empregos e salários menores, diz OCDE

No Brasil, mulheres com diploma de ensino superior têm...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=