Encontro debaterá ações afirmativas na UFCG, violência policial, racismo e direitos humanos (2)

 

Colocar na pauta da UFCG as questões raciais. Este um dos principais objetivos do 1º Encontro da Consciência Negra da Universidade Federal de Campina Grande, que ocorrerá hoje, 16, no Auditório do Centro de Extensão José Farias, no Campus de Campina Grande. A promoção é do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro da Universidade Federal de Campina Grande e Movimento Negro de Campina Grande, com o apoio da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Campina Grande-ADUFCG.

O Encontro também busca reinserir as questões raciais na pauta da UFCG porque, segundo os organizadores do evento, elas não têm sido discutidas na instituição. Um exemplo é a questão das cotas para o ingresso na instituição, já adotado em outras universidades. Outras são as questões envolvendo racismo contra as populações negras que estão nas áreas de atuação da universidade e os esforços para a implantação da Lei federal 10.639, que o ensino de história e cultura afro no ensino fundamental.

A programação do Encontro será aberta, às 8h, com a realização da mesa-redonda “A UFCG e as políticas de ações afirmativas: o estado da questão. Como debatedores participarão: Vicemário Simões (Pró-Reitor de Ensino-UFCG); o professor Antônio Berto Machado (UAE-UFCG) e o professor Luciano Mendonça de Lima (UAHG-UFCG). Como mediadora atuará a professora Juciene Ricarte Apolinário (UAHG).

O 1º Encontro da Consciência Negra da UFCG prosseguirá na tarde do dia 16/11, com a realização da mesa-redonda “Violência policial, racismo e direitos humanos: um debate necessário”. Dela participarão como debatedores: Marcos Marcone (Coronel da Polícia Militar-PB); Jair Silva (Movimento Negro-CG) e o professor Maurino Medeiros (UACS-UFCG). Atuará como mediador,o professor Josevaldo Cunha (Presidente da ADUFCG).

Matéria original

+ sobre o tema

Marco Civil da Internet entra em vigor

Começam a valer hoje (23) as novas regras para...

O Painel BAP quer aumentar a influência da comunidade negra no mercado

“Tira isso!”, ordenou a general manager de uma empresa internacional líder...

Contaminadas por mercúrio

Numa casa de madeira – com dois cômodos, móveis...

Defesa vai pedir prisão domiciliar para Rafael Braga, que contraiu tuberculose

A defesa do catador de material reciclável Rafael Braga...

para lembrar

Grupo democratiza psicanálise com sessões gratuitas na praça da Alfândega

Coletivo também quer revigorar região da cidade que muitas...

SP está com 8.437 vagas de emprego abertas para quem tem ensino médio

As inscrições começam nesta segunda-feira (27) e vão até...

“O que a gente precisa é construir pontes para superar a desigualdade”

O diretor executivo da Anistia Internacional Brasil, Atila Roque,...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=