terça-feira, julho 5, 2022

Entrevista: Preconceito tem cor

No Mapa da Violência divulgado na última semana mostrou que Rondonópolis ocupa a 13ª posição no Estado quando o assunto é assassinatos. A pesquisa que foi realizada com base nos dados de 2008 a 2012 também chamou a atenção para a questão das mortes de jovens negros.

Nesse quesito Rondonópolis ficou em 4º no Estado, mostrando que nesses três anos analisados foram assassinados 107 jovens negros e 29 jovens brancos. Por isso a reportagem do AGORA MT foi atrás da presidente do Movimento Negro de Rondonópolis, Francislene Pereira Neves, para que ela pudesse falar mais sobre o assunto.

De acordo com a presidente infelizmente ainda há muito preconceito e que essa questão da violência contra o negro se deve a falta de Políticas Públicas voltadas para os jovens negros e também aos pobres brancos. “O preconceito tem cor, quando há uma ronda em um bairro de periferia, a própria Polícia vai e revista o negro que está passando ou está parado como se a cor da pele mostrasse o caráter de uma pessoa”, explica.

Saiba mais sobre o bate-papo na entrevista completa em vídeo.

Artigos Relacionados
-+=