Espaço Ubumtu abre diálogo para a situação do negro no mercado de trabalho, durante Fórum Social Temático

 

 

Roberta Fofonka

Dentro da estrutura do Fórum Social Temático 2014, há o espaço Ubumtu, que contempla temas voltados para a cultura negra, o combate à discriminação e os direitos das mulheres, instalado no Largo Zumbi dos Palmares.

Na manhã deste sábado (25), os debates foram em torno da situação do negro no mercado de trabalho no Brasil. O diretor de Promoção da Igualdade Racial da Força Sindical de São Paulo, Francisco Quintino, expôs dados e falou por mais de uma hora para os cerca de quarenta presentes, entre negros e brancos, que acompanharam as atividades do espaço Ubumtu.

Numa linha de tempo, a variação socioeconômica da população negra no mercado de trabalho ao longo das gerações é cíclica. Segundo as palavras do dirigente, em 1872, 58% da população trabalhadora do país era composta por negros. Em 1940, estabelecida a imigração eruopeia em território brasileiro, o índice caiu para 35,8%. E, atualmente, com a miscigenação, segundo o Censo mais recente, o número volta a se recuperar, constando agora a presença de 50, 7% de pessoas que se autodenominam negras e pardas ocupando as vagas do país.

 

Espaço Ubumtu abre diálogo para a situação do negro no mercado de trabalho, durante Fórum Social Temático

 

 

Uma das questões abordadas foi também o impacto do racismo nas condições de trabalho. “Cerca de 87% dos brasileiros afirmam que existe racismo no Brasil, mas apenas 5% admite que é racista. Tem um bom número de gente no armário” afirmou Quintino.  “Quem é negro neste país não precisa de muitos dados de pesquisas para ter certeza do que sofre na pele todos os dias dentro da sociedade”.

A atividade teve diálogos diversos. Com o microfone aberto, entrou em discussão também a questão das cotas raciais e cotas sociais. Para a coordenadora do segmento de Saúde da População Negra do estado, Miriam Alves, as políticas de cotas raciais são uma medida de reparação a todas as injustiças cometidas aos negros ao longo da história do Brasil. “Se eu encontro alguma barreira no mercado de trabalho, não é porque eu tenho mestrado e doutorado. É por que sou negra”, relatou.

Para o vereador Claudio Janta, que também se manifestou, o critério de cotas deveriam ser aplicadas, por sua vez, para a população de baixa renda.

O Fórum Social Temático é organizado por entidades sindicais ligadas ao Fórum Social Mundial, e encerra as atividades neste domingo (26).

 

 

Fonte: Sul 21

 

 

+ sobre o tema

Conselho quer retirar do ar quadros do programa Pânico na Band

  Brasília - O Conselho Distrital de Promoção...

A nova Barbie e padrões de beleza: uma mercadoria pode ser revolucionária?

Após mais de meio século ajudando a ditar um...

Escravidão persiste porque Brasil ainda aceita servidão na sala de casa

Escravidão persiste porque Brasil ainda aceita servidão na sala...

Educação em direitos humanos ainda é desafio no País

    Apesar de alguns avanços conquistados pela sociedade brasileira, como...

para lembrar

Coronavírus pode dizimar povos indígenas, diz pesquisadora

À medida que o novo coronavírus se alastra pelo...

Ministério terá ações para comunidades afrodescendentes

Ministro anunciou novas rádios comunitárias e inclusão digital para...

Jovens Mulheres Líderes – A mulher na mídia

Como a mulher é representada na televisão? Como os...
spot_imgspot_img

Impacto do clima nas religiões de matriz africana é tema de evento de Geledés em Bonn  

Um importante debate foi instaurado no evento “Comunidades afrodescendentes: caminhos possíveis para enfrentar a crise climática”, promovido por Geledés -Instituto da Mulher Negra em...

Comissão da Saúde aprova PL de garantia de direitos à pacientes falciformes

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (5), o Projeto de Lei nº 1.301/2023, que reconhece a doença falciforme como...

Comissão Arns recebe Prêmio Eny Moreira de Direitos Humanos

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns recebeu, na tarde da última quarta-feira (05/06), o Prêmio Eny...
-+=