Estado Laico? Vereadora diz ser vítima de “crentofobia”

 

 

Ela apresentou um projeto para premiar quem prestar serviços à igreja evangélica e foi criticada.

 

A vereadora Carla Pimentel (PSC), de Curitiba, tem sido alvo de críticas por conta de um projeto criado para premiar na Câmara quem prestar serviços à Igreja Evangélica.

Assim como outras propostas da vereadora, o projeto foi até citado como inconstitucional, mas para ela a crítica não passa de “crentofobia”.

“Já existe o mesmo para os católicos, e não vejo por que não ocupar esse espaço. Queremos democracia”, disse ela em entrevista ao jornal Gazeta do Povo.

Na visão de Pimentel há um erro de interpretação da Constituição que garante o Estado laico. “Existe uma grande distorção, as pessoas pensam que é um estado ateu. Quando falamos no Estado laico, não podemos entrar numa ‘crentofobia’. O Brasil é um país majoritariamente cristão. Muito da minha atuação é vítima deste preconceito.”

Outro projeto de Carla que foi vetado foi a homenagem ao pastor Silas Malafaia. Os vereadores da cidade vetaram o projeto que concederia ao fundador da Associação Vitória em Cristo o título de “Cidadão Honorário de Curitiba”.

Os vereadores entenderam que Malafaia não poderia ser homenageado por conta de suas ideias conservadoras que para eles são homofóbicas.

Carla Pimentel acredita que essa atitude também mostra a “crentofobia” da Câmara. “O que nós pretendemos é representar essa cultura de respeito e de paz, e o pastor Malafaia era um ícone para isso”, disse ela.

 

 

 

Fonte: Gospel Prime

 

+ sobre o tema

Quando raposas tomam conta do galinheiro, por Maurício Pestana

por Maurício Pestana  A expressão acima, dito popular...

Obama para de fumar e Michelle está ‘orgulhosa’

A luta contra o vício foi um dos temas...

Juízes lançam nota de repúdio à Condução Coercitiva de Lula

Juízes divulgam nota em que afirmam que não se...

para lembrar

No dia D, Romney e Obama ainda disputam votos

por Rodolfo Borges Uma eleição em aberto. As pesquisas de...

Serra prepara saída e blindagem do governo

Por: FÁBIO ZAMBELI Tucano, que deixa o...

Michelle Obama: “Os homens de minha vida não falam assim sobre as mulheres”

Há emoção nos comícios de Michelle Obama a favor...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=