Estátua de Marielle Franco é inaugurada no RJ: Um dia para ficar na memória

Se Marielle Franco estivesse viva, ela teria completado 43 anos de vida no último dia 27 de julho. Leonina como era, gostava muito de festas e presentes. Por conta disso, nós do Instituto Marielle Franco e da família de Marielle, inauguramos, no Rio de Janeiro, no buraco do lume, no centro da cidade, uma estátua com tamanho real, em sua homenagem.

O artista Edgard Duvivier foi incansável em retratar perfeitamente a força, a forma, o sorriso e a garra de minha irmã. Foram meses de muita troca entre nós, até chegarmos ao resultado desejado. Desde já meus sinceros agradecimentos a esse artista tão humano e dedicado.

Na hora do lançamento, vi meu pai muito emocionado. Chorando, ele disse: “Minha filha. Que linda!”. Minha mãe, que ainda se recupera de uma cirurgia de câncer de mama, estava radiante e feliz ao ver sua filha que criou com tanto amor e carinho, ganhar uma homenagem como aquela.

Mari deixou uma filha que hoje tem 24 anos, Luyara. Ainda sem saber qual sentimento mais aflorava, ela também se emocionou ao ver sua mãe naquela praça e gentilmente segurou sua mão e olhou dentro dos olhos daquela estátua como se ela realmente estivesse ali.

Foi importante demais esse momento.

Importante para ressignificar nossa dor, nossa saudade, nossa luta.

Mesmo algumas pessoas pouco empáticas que preferem seguir espalhando fake news e ódio na direção da memória da Mari, nós realizamos um feito histórico neste dia. Eu insisto em dizer que nem Marielle, nem Anderson, nem ninguém nesse mundo merece morrer com cinco tiros na cabeça. Muito menos uma mulher que simplesmente lutava por um mundo mais justo e igualitário.

Sigo entendendo que nossa missão enquanto família é lutar por dias melhores, defender a memória da Mari e seguir incentivando seu legado no Brasil e no mundo. Para provar que sabemos do tamanho de nossa luta, quero citar aqui também que no mesmo dia 27 de julho de 2022, no dia do lançamento, recebemos e trocamos algumas palavras importantes com Francia Marquez, vice presidenta eleita recentemente na Colômbia. Francia nos parabenizou pela estátua e disse que enquanto vice-presidenta levará adiante com muita honra o legado de Marielle. É por isso e por tantos outros motivos que seguimos firmes trabalhando para que um dia possamos falar que tudo isso valeu a pena.

Estou extremamente feliz e agradecida por ter conseguido homenagear minha irmã dessa maneira. Mas seguirei lutando para celebrar mulheres negras vivas e incentivando que elas sejam sempre protagonistas de suas histórias.

Sigamos!

+ sobre o tema

Há sentido político na difamação de Marielle Franco

Não é novidade a quem acompanha episódios de violência...

Amanhecer por Marielle e Anderson tem atos em mais de 20 cidades

Amanhecer por Marielle e Anderson tem atos em mais...

Marinete da Silva, mãe de Marielle, passa a integrar Comissão da Mulher da OAB-RJ

Marinete da Silva, mãe de Marielle Franco, entrou para...

para lembrar

Educação e saúde: Será que é a hora de reabrir nossas escolas?

Esta semana, no Rio de Janeiro, fomos surpreendidas com...

Estátua de Marielle é inaugurada no Centro do Rio: ‘Dia de ressignificar a nossa dor’, diz irmã

A estátua da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, foi...

Brasil e EUA retomam plano contra discriminação étnico-racial

Brasil e Estados Unidos (EUA) retomaram, nesta quarta-feira (3),...

Ele não assume suas responsabilidades

O discurso de Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral da...
spot_imgspot_img

‘Vitória’, diz ministra Anielle Franco sobre IBGE apontar maioria da população parda

Na tarde desta sexta-feira (22), a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, classificou como "vitória" o resultado do Censo 2022, que demonstrou que o Brasil...

Diferenças não podem significar desigualdade de direitos, diz Anielle

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, defendeu a igualdade de direitos e oportunidades para o povo negro, bem como seu acesso à educação,...

Anielle defende punição mais rígida para crimes de racismo

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, disse, nesta quarta-feira (1º), que é preciso fazer com que os brasileiros passem a ter consciência racial....
-+=