Guest Post »
Família tem muro pichado com frases racistas em Ribeirão das Neves
Photo Credit To REPRODUÇÃO FACEBOOK

Família tem muro pichado com frases racistas em Ribeirão das Neves

As pichações têm os dizeres: “senzala”, “escravos à venda”, “negrões imundos” e “voltem para a África”

Por NATÁLIA OLIVEIRA, do O Tempo

FOTO: REPRODUÇÃO FACEBOOK

Uma família foi vítima de ataques racistas em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. As ofensas começaram a cerca de dois meses, e, nesta sexta-feira (12), a família resolveu fazer um Boletim de Ocorrência depois que pichações foram feitas na madrugada desta quinta-feira (11) no muro da casa da família.

As pichações tem os dizeres: “senzala”, “escravos à venda”, “negrões imundos” e “voltem para a África”.  O dono da casa, que prefere não ser identificado, contou que está com medo, porque não sabe quem está fazendo as ameaças e que teme pela vida da mulher e dos três filhos.

“A primeira vez que picharam nosso muro com frases racistas eu pensei que fosse coisa de uma pessoa que não tinha o que fazer. Eu limpei o muro e não dei muita importância, mas depois as pichações continuaram e foram piorando”, contou.

O proprietário do imóvel registrou o  Boletim de Ocorrência na Polícia Civil nesta sexta-feira (12), por volta de 11h30. A polícia informou que o caso foi registrado como injúria, e que já estão sendo feitas diligências para encontrar o suspeito do crime. Ainda na tarde desta sexta-feira (12), segundo a corporação, o muro será periciado.

A vítima disse que não tem desavenças com os moradores do bairro e não imagina quem está cometendo os ataques. “Eu acho que tem a ver com preconceito por causa da cor da pele mesmo. Eu estou com medo por não saber quem está fazendo isso e o que podem fazer com meus filhos e minha mulher”, considera.

Vizinhos da família vão fazer uma manifestação na rua Uberaba, em Ribeirão das Neves, contra o racismo neste sábado às 19h. “Essas frases além de machucar muito a gente, também acabam ofendendo outras pessoas. Os vizinhos que gostam da gente organizaram esse manifesto para nos apoiar”, conclui.

FOTO: REPRODUÇÃO FACEBOOK

Related posts