Fãs de ‘Animais Fantásticos’ criticam presença de Johnny Depp na franquia

“Um elenco lindo, talentoso e de respeito, ao lado de Johnny Depp.”

no HuffPost Brasil

A presença do ator Johnny Depp, que interpreta Grindelwald, incomodou boa parte dos fãs de J.K. Rowling.

O que era para ser um dia de comemoração para os amantes da franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam tornou-se, na verdade, uma decepção.

Finalmente a Warner Bros divulgou o título e o primeiro cartaz da sequência, que vai se chamar Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald.

Na imagem, aparecem personagens como Newt e Dumbledore. Porém, a presença do ator Johnny Depp, que interpreta Grindelwald, incomodou boa parte dos fãs de J.K. Rowling.

Isso porque, em 2016, o ator foi denunciado pela ex-companheira Amber Heard de violência doméstica.

Em documentos judiciais, Heard alegou que Johnny Depp a agrediu verbal e fisicamente durante os quatro anos em que se relacionaram.

Disse ainda que em dezembro de 2015, com três anos de namoro, houve um incidente grave em que ela achou que correu risco de vida. No ano passado, a atriz decidiu denunciar quando ele jogou um celular em seu rosto. Heard procurou a Justiça e comprovou as lesões com fotos.

No Twitter, fãs do filme questionaram a presença do ator na franquia.

A situação de Depp chama atenção em um contexto em que diversas denúncias de abuso e violências de gênero têm ecoado em Hollywood, como o caso do magnata do cinema Harvey Weinstein e até mesmo o afastamento do ator Kevin Spacey da Netflix, acusado de abusar de um menino de 13 anos de idade.

A continuação de Animais Fantásticos deve apresentar um dos maiores embates do mundo bruxo entre Dumbledore, interpretado por Jude Law, e o personagem de Depp. O filme está previso para ser lançado em novembro de 2018.

+ sobre o tema

Sobre mulheres, literatura e emancipação.

por Olívia Santana Foi com alegria que recebi o honroso...

25 de julho: Bamidelê completa 10 de fundação e celebra o Dia da Mulher Negra

Hoje 25 de julho, a Bamidelê – Organização de...

Caso Marielle: veja quem já foi preso e os movimentos da investigação

Uma operação conjunta da Procuradoria Geral da República, do Ministério...

Em ano eleitoral, movimento gay cobra aprovação de leis contra homofobia

No ano em que as eleições podem promover a...

para lembrar

Processo de reconhecimento de paternidade fica mais fácil

Inclusão do nome do pai poderá ser pedida no...

O uso do crack na gestação causa sérios riscos ao feto

Aumento do consumo do crack entre mulheres e as...

Presos que menstruam: a brutal vida das mulheres nas prisões brasileiras

“Presos que Menstruam” é um livro impactante e comovente,...

O Bolsa Família e a revolução feminista no sertão

A antropóloga Walquiria Domingues Leão Rêgo testemunhou, nos últimos...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=