Fundo Brasil vai doar mais de R$ 1 milhão a projetos de direitos humanos

Propostas serão recebidas até fevereiro e vão passar por um amplo processo de seleção

Enviado por Karol Coelho via Guest Post para o Portal Geledés 

O Fundo Brasil de Direitos Humanos vai doar mais de R$ 1 milhão em 2016 a projetos apoiados em todo o país. Os projetos serão selecionados por meio de dois editais lançados no dia 2/12, no Sesc Vila Mariana, com show da atriz e cantora Letícia Sabatella.

O edital anual “Combate à Violência Institucional e à Discriminação” vai doar até R$ 800 mil a projetos que enfrentem as violações de direitos humanos promovidas por instituições oficiais, suas delegações e/ou empresas.

Serão selecionados projetos com valor total de no mínimo R$ 20 mil e no máximo R$ 40 mil para até um ano de duração.

O edital “Juntos/as contra a violência que mata a juventude brasileira” vai doar R$ 560 mil a projetos que tenham como foco a juventude no enfrentamento à violência. Um dos objetivos desse edital é a ampliação e a qualificação do debate público para o enfrentamento à violência contra a juventude, principalmente a juventude negra.

O Fundo Brasil vai doar até R$ 40 mil aos grupos ou indivíduos apoiados.

Os principais critérios para a seleção dos projetos são a adequação ao foco do edital, impacto social pretendido, potencial efeito multiplicador, criatividade, caráter inovador e consistência da proposta, conexão com redes, fóruns, articulações locais, regionais ou nacionais, existência de vínculos com as comunidades com as quais a proposta se relaciona, adequação da proposta às necessidades reais da comunidade ou do público diretamente beneficiado, idoneidade e legitimidade do grupo, organização ou indivíduo, capacidade do proponente para desenvolver o projeto e diversidade regional.

Os projetos são selecionados por meio de um processo rigoroso, que inclui triagem interna, análise por um comitê formado por especialistas em direitos humanos e análise da diretoria.  A prioridade são organizações da sociedade civil e defensores de direitos humanos que tenham poucos recursos e dificuldades de acesso a outras fontes de recursos.

As propostas serão recebidas até o dia 26 de fevereiro de 2016. As informações sobre como apresenta-las e todos os critérios de seleção estão disponíveis no site do Fundo Brasil e nas páginas da fundação no Facebook e no Twitter.

Juventude

Lançado em formato de história em quadrinhos, o edital “Juntos/as contra a violência que mata a juventude brasileira” tem como foco o fato de ser fundamental criar condições para que os jovens sejam os principais sujeitos no enfrentamento à violência que os atinge.
Os números da violência mostram a necessidade desse enfrentamento.
Em 2012, 56 mil pessoas foram assassinadas no Brasil e, dessas, 30 mil tinha entre 15 e 29 anos e 77% eram negros. Das 607.731 pessoas presas em 2014, 67% eram negros, a maioria jovens. Entre 1996 e 2013 o número de adolescentes cumprindo medidas socioeducativas aumentou 443%. Em 2014 houve um aumento d 37% das mortes causadas por intervenção policial.

Fundo Brasil

O Fundo Brasil tem o objetivo de promover os direitos humanos e sensibilizar a sociedade para que apoie iniciativas capazes de gerar novos caminhos e mudanças significativas para o país.
Tem o compromisso de disponibilizar recursos para apoio institucional e para atividades de organizações da sociedade civil e de defensores de direitos humanos em todo o país.
Em quase dez anos, o Fundo Brasil já destinou R$ 11,7 milhões a cerca de 300 projetos distribuídos em todas as regiões do país.
Além da doação de recursos, os projetos selecionados pela fundação são apoiados por meio de atividades de formação e visitas de monitoramento.

 

+ sobre o tema

Anemia Falciforme, você sabe o que é?

A anemia falciforme é uma doença genética e hereditária,...

O Brasil pelos olhos de nove crianças refugiadas que vivem em São Paulo

Quando viviam em seus países - Haiti, Síria, Arábia...

Regimento impõe redução de número de delegados a SP

Fonte: Suzano por uma Comunicação mais Democrática - ...

Mino Carta: Mídia brasileira é extensão da Casa-Grande e Senzala

  "Nesse mar, não vai dar peixe, podem crer". É...

para lembrar

Mulher negra ainda encontra dificuldades no acesso à saúde

Por Fernando Pivetti - [email protected] Na Faculdade de Direito (FD) da USP,...

Semana Mundial do Aleitamento tem como tema mulheres que trabalham fora de casa

A iniciativa busca sensibilizar empresas sobre a importância da...

Bancários não terão mais sábado como descanso remunerado

Tribunal Superior do Trabalho toma decisão favorável aos bancos...

MT: homem confundido com estuprador é espancado até a morte

Maranhense foi linchado e levou socos e chutes no...
spot_imgspot_img

Proposta de Geledés para empoderamento da mulher negra é retomada na ONU

Geledés - Instituto da Mulher Negra, em fala conjunta com as organizações Coalizão Negra por Direitos, Criola e Coletivo Danêji, conseguiu obter bons resultados...

SP inicia campanha de vacinação contra paralisia infantil na segunda

A partir da próxima segunda-feira (27) crianças até cinco anos de idade começam a ser vacinadas contra a Poliomielite (paralisia infantil) no estado de...

Governo define nova data para o ‘Enem dos concursos’; CNU será em 18 de agosto

O Ministério da Gestão divulgou, nesta quinta-feira (23), a nova data para o Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), que ficou conhecido como "Enem dos concursos"....
-+=