quinta-feira, dezembro 1, 2022
InícioQuestões de GêneroViolência contra MulherFundo Fale sem medo premia 31 organizações

Fundo Fale sem medo premia 31 organizações

O XIX edital selecionou 31 organizações de 13 estados das cinco regiões do país para receber um investimento total direto de R$ 2 milhões em doações, além do investimento para seleção, capacitação e monitoramento das iniciativas, totalizando um investimento de R$ 3,1 milhões no combate à violência doméstica. As iniciativas serão financiadas por meio do Fundo Fale sem Medo, que reúne doações da Avon e dos consumidores que adquirem produtos criados especialmente para a arrecadação de fundos para projetos voltados para as causas defendidas globalmente pela Avon, entre elas o combate à violência doméstica. 

As Rosas Falam – Mulheres em Ação II
Organização: Coletivo Levante Mulher
São Paulo/SP
Doação: R$ 20.000,00

Ampliar as atividades iniciadas com o apoio do programa VAI, levando vivências, palestras, workshops e teatro para um número maior de mulheres nos espaços que já estão abertos.

Organiza virando o Jogo – Enfrentando a violência e a violação dos direitos das meninas através do esporte 
Organização: GAMIRN – Grupo Afirmativo de Mulheres Independentes do RN
Natal/RN
Doação: R$ 40.000,00

Continuar na atuação em defesa dos direitos humanos das mulheres e meninas independente da raça, religião e orientação sexual e proporcionar a efetividade das ações já desenvolvidas pelo grupo.

Protagonismo de Preta
Organização: Grupo Cultural Balé das Iyabas
Rio de Janeiro/ RJ
Doação: R$ 21.406,00

Pautar o protagonismo das mulheres negras e o enfrentamento à violência doméstica como um dos caminhos para o empoderamento e o fortalecimento por meio de uma metodologia de oficinas com debates participativos e dança afro.

Tambores Pelo Fim da Violência Doméstica – Tocar Pode, Bater Não! – ANO II
Organização: Instituto A Mulherada
Salvador/BA
Doação: R$ 39.700,00

Difundir a Lei Maria da Penha, seus avanços e desafios, tendo a arte e a cultura como aliados nesta luta, construindo uma consciência de harmonia e paz não só nos lares como no cotidiano.

#EUCOMISSO? – Programa de TV de Combate a Violência contra Mulheres
Organização: Instituto de Mulheres Negras Flores de Dan
Salvador/BA
Doação: R$ 20.000,00

Produzir um programa de TV para dar visibilidade às ações de combate à violência contra mulheres promovidas por diversas entidades sociais e grupos da Bahia na luta por direitos humanos.

VIVA SEM VIOLÊNCIA – Programa de Geração de Renda e Prevenção à violência Doméstica 
Organização: Centro de Defesa da Vida – CDVIDA
Duque de Caxias/RJ
Doação: R$ 20.000,00

Valorizar e defender a vida de mulheres e famílias em situação de violência doméstica, orientando e acompanhando estas mulheres a fim de que se tornem protagonistas de suas vidas e rompam com o ciclo da violência, podendo viver com mais qualidade.

Ciclo de capacitação Cartão Vermelho na violência doméstica
Organização: Associação Streetfootballworld Brasil
Rio de Janeiro/ RJ
Doação: R$ 130.000,00

Formar multiplicadoras e as munir com conteúdo e boas práticas que possam ser repassadas em suas organizações para o trabalho de enfrentamento à violência doméstica.

Mulheres em Ação: carinho sim, violência não!
Organização: Associação das Mulheres Quilombolas de Capoeiras
Macaíba / RN
Doação: R$ 40.000,00

Diminuir a violência doméstica na comunidade quilombola, combatendo o alcoolismo como um dos fatores principais.

APITAÇO – Mulheres Enfrentando a Violência
Organização: Grupo de Mulheres Cidadania Feminina
Recife / PE
Doação: R$ 139.550,00

Fortalecer as mulheres da Região Nordeste para o enfrentamento da violência contra a mulher através de uma ação coletiva, tendo o apito como instrumento de luta, alerta e referência.

Tecendo Solidariedade
Organização: Projeto Semear Esperança de Carbonita – PROSESC
Carbonita/MG
Doação: R$ 39.200,00

Estruturar uma rede de apoio e orientação às mulheres quanto à violência e aos direitos da mulher.

Mulheres de Axé Mobilizadas contra a Violência Doméstica e Familiar
Organização: Ilê Omolu Oxum
São João de Meriti/ RJ
Doação: R$ 36.365,00

Mobilizar e promover a adesão das comunidades de terreiro do Rio de Janeiro para o enfrentamento da violência contra as mulheres através de ações de sensibilização e lançamento de campanha pública destinada a essas comunidades.

Formação Feminista para o combate à violência contra a mulher
Organização: Grupo Transas do Corpo – Ações Educativas em Gênero, Saúde e Sexualidade
Goiânia/GO
Doação: R$ 97.800,00

Oferecer formação feminista a mulheres de diferentes idades, com foco em construção de campanhas e estratégias pelo fim da violência.

Mulheres agricultoras: combatendo à violência, construindo cidadania
Organização: Associação Comunitária de Educação em Saúde e Agricultura – ACESA
Bacabal/ MA
Doação: R$ 26.850,00

Contribuir para o fortalecimento do empoderamento das mulheres das áreas de atuação da Acesa por meio do mapeamento e oficinas de formação sobre as principais formas de violência enfrentadas e estratégias de enfrentamento.

A Violência Doméstica e a Notificação Compulsória na Mira a Rede de Mulheres
Organização: Associação Renascer Mulher – ASSOREM
Salvador/BA
Doação: R$ 126.862,00

Mobilização, sensibilização e formação dos funcionários da saúde, educação, operadoras/es de segurança, lideranças e sociedade civil, em 11 das 22 comunidades que já realizamos a blitz sobre a importância da notificação compulsória, como prevenção aos casos de violência e morte das mulheres, principalmente, em seu âmbito familiar.

Promotoras em Ação
Organização: Promotoras Legais Populares de São Carlos
São Carlos/ SP
Doação: R$ 20.000,00

Fomentar a atuação do Coletivo, no apoio para a realização de cursos e em ações como palestras e eventos para a multiplicação do conhecimento sobre os direitos das mulheres.

Maria Felipa: Mulheres de Cachoeira: Agindo, Escutando e Revolucionando 
Organização: Instituto Búzios (Fundação Casa Paulo Dias Adorno)
Salvador/BA
Doação: R$ 46.662,00

Informar e formar as mulheres para que o enfrentamento do problema multifacetado da violência contra a mulher seja confrontado intersetorialmente, utilizando conhecimentos transdisciplinares para instrumentalizar para fazer valer seus direitos em relação a execução das Leis Federais 11340; 10788 de 24 de novembro e o decreto 7958 de 13 de março de 2013

Mulheres Quebrando as Barreiras do Silêncio Contra a Violência
Organização: Associação de Desenvolvimento Comunitário de Santa Maria do Pará – ADESC/PA
Santa Maria do Pará/PA
Doação: R$ 20.000,00

Fortalecer as iniciativas já existentes realizadas em nosso município e em municípios vizinho para quebrar as barreiras do silêncio e enfrentar a violência doméstica contra mulheres.

Festival Roque Pense! 2014
Organização: Roque Pense
Duque de Caxias/RJ
Doação: R$ 20.000,00

Dar visibilidade a sua atuação e criar um espaço de expressão pela perspectiva feminina, bem como dar publicidade aos altos índices de violência de gênero na região, levantando uma discussão sobre todas as formas de violência praticadas em especial as mulheres jovens.

Jornadas contra violência doméstica no Pará
Organização: CEDENPA – Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará
Belém/PA
Doação: R$ 140.000,00

Contribuir no processo de combate à violência doméstica no Pará através do diálogo com diversos públicos e da construção conjunta de atividades de enfrentamento.

Juventude e Arte para qualquer parte: pelo fim da Violência contra as Mulheres
Organização: Casa da Mulher Trabalhadora – CAMTRA
Rio de Janeiro/ RJ
Doação: R$ 130.000,00

Realizar uma campanha contra a violência doméstica construída a partir das mulheres jovens, aliando a experiência do grupo na formação de jovens mulheres multiplicadoras a intervenções culturais e artísticas.

Salvaguardando a Fé, Tradição e a Autonomia
Organização: Associação Nacional das Baianas de Acarajé, Mingau, Receptivo e Similares – ABAM
Salvador/BA
Doação: R$ 140.000,00

Criar e sistematizar ações através dos atuais núcleos da ABAM que funcionarão no âmbito do projeto como Pontos de Articulação de Empoderamento Feminino

Vozes Negras Femininas, Aqualtunes, Nzingas, Dandaras e Acotirenes soltam suas vozes
Organização: Coletivo de Mulheres Negras de Mato Grosso do Sul ” Raimunda Luzia de Brito” (Cmnegras/MS)
Campo Grande/ MS
Doação: R$ 140.000,00

Impactar a triste realidade da violência doméstica através de uma mobilização reflexiva no combate a violência voltado para as jovens e mulheres negras.

Bolos do Patrimônio Imaterial de Pernambuco
Organização: Centro de Mulheres Urbanas e Rurais de Lagoa do Carro e Carpina – CEMUR
Lagoa do Carro/ PE
Doação: R$ 40.000,00

Proporcionar a valorização e perpetuação da gastronomia tradicional pernambucana através de oficinas de transmissão de saberes popular.

Roupas ao Vento: dançando e cultivando energias vitais femininas
Organização: Instituto Transformance: Cultura e Educação
Marabá/PA
Doação: R$ 29.400,00

Respaldar e dar visibilidade as ações que o instituto já realiza, bem como possibilitar um novo passo em sua história de tocar direta, pública e cuidadosamente de um tema tão essencial na vida de centenas de mulheres. Inspirando debates que levem a reflexão e a transformação da situação de risco e violência a que muitas meninas, jovens e mulheres estão submetidas.

Pela Vida Pela Paz: Uma Campanha Comunitária da Rádio Mulher
Organização: Associação de Mulheres do Complexo do Alemão Morros, Favelas e Periferias do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro/ RJ
Doação: R$ 40.000,00

O engajamento da Rádio Mulher – Um Ambiente Comunitário na cultura de paz pela erradicação da violência contra a mulher a partir de objetivos específicos no combate a violência contra mulheres.

Boneca de Pano: Circulando na Campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres 2014
Organização: (Em) Companhia de Mulheres – Coletivo de Pesquisa Teatral Feminista
Florianópolis/ SC
Doação: R$ 20.000,00

Realizar apresentações teatrais para mulheres e homens jovens e adultas, sendo a arte teatral um viés de informação e difusão dos direitos da mulher, fomentar a formação de público e gerar reflexão e a discussão sobre a complexidade do problema da violência contra a mulher.

Mulheres superando a violência doméstica – comunicação, arte e cultura
Organização: Cunhã – Coletivo Feminista
João Pessoa/PB
Doação: R$ 40.000,00

Promover o debate público sobre as mulheres como sujeitos de transformação da realidade capazes de superar o ciclo de violência doméstica e de lutar pela efetivação da Lei Maria da Penha.

“Expandindo a Rede de Combate à Violência contra Mulheres no Brasil”
Organização: R$ 140.000,00
São Paulo/SP
Doação: GELEDÉS – Instituto da Mulher Negra

Articular uma Rede Nacional de Promotoras Legais Populares para acompanhar e monitorar a implementação da Lei Maria da Penha.

Por uma cobertura jornalística contextualizada, crítica e aprofundada sobre violência contra as mulheres e a aplicação da Lei Maria da Penha
Organização: Instituto Patrícia Galvão – Mídia e Direitos
São Paulo/SP
Doação: R$ 130.840,00

Contribuir para a ampliação e o aprofundamento do debate a respeito da violência contra as mulheres e da aplicação da Lei Maria da Penha nos meios de comunicação tradicionais e nas redes sociais, por meio da sistematização e disponibilização na web de dados, informações e análises estratégicas e também da sensibilização de profissionais de comunicação sobre a realidade do problema.

Novas Mulheres
Organização: Associação dos Pequenos Agricultores da Comunidade Chapéu de Pena – Grupo de Mulheres Vencedoras
Santana do Mundaú / AL
Doação: R$ 18.365,00

Contribuir para a autonomia das mulheres como forma de enfrentamento da violência doméstica através de projetos dinâmicos e do diálogo.

Vencendo Paradigmas e Fortalecendo as Raízes da Cultura Popular
Organização: Associação das Mulheres de Nazaré da Mata – AMUNAM
Nazaré da Mata / PE
Doação: R$ 87.000,00

Disseminar o aprendizado da arte da confecção das indumentárias do Maracatu Rural para grupos de todas as faixas etárias da comunidade e região e combater a violência contra as mulheres na região.

 

Fonte: Fale sem medo

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench