segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioGeledésMemória InstitucionalGeledés e a Saúde da População Negra

Geledés e a Saúde da População Negra

Em relação ao tema da saúde Geledés desenvolve articulação política com outras organizações não governamentais e movimentos sociais, procurando interferir na elaboração e implementação de políticas publicas na área da saúde, para que as necessidades e interesses das mulheres negras em particular e da população negra em geral sejam contempladas com atenção especial para a implementação do Plano Nacional de Saúde da População Negra, política nacional de reconhecimento e intervenção sobre os fatores sócio-econômicos, ambientais e genéticos que  determinam os padrões superiores de morbidade e mortalidade encontrados na população negra quando comparada á população branca.

Desenvolve também, os projetos descritos abaixo:

Projeto Direito à Saúde da Mulher Negra

logo conectasPartindo do pressuposto de que as mulheres negras sofrem ao menos dois tipos de discriminação – a racial e a de gênero – o projeto Direito à Saúde da Mulher Negra visa combater o racismo institucional e o sexismo nos serviços de saúde. Para tanto, investe na capacitação de mulheres negras para que essas possam monitorar políticas públicas de saúde em geral, e especificamente aquelas voltadas à população negra. Seu principal objetivo é, pois, combater a discriminação racial e de gênero e garantir às mulheres negras um atendimento de saúde digno. Este projeto é realizado pela Conectas Direitos Humanos em parceria com o Geledés – Instituto da Mulher Negra, com o apoio da União Européia.
Local de atuação
O projeto atua na zona leste da cidade de São Paulo, mais especificamente nos bairros de São Mateus e Cidade Tiradentes. O bairro de São Mateus foi escolhido em razão do Geledés – Instituto da Mulher Negra já desenvolver um trabalho de formação de Promotoras Legais Populares (PLPs) desde 2002 no Hospital Geral de São Mateus. Já Cidade Tiradentes foi escolhida pelo fato de ser um dos bairros da capital com o maior número de afrodescendentes.

Centro de Direitos do Projeto Direito à Saúde da Mulher Negra – Esse Centro é um espaço de denúncia de discriminação racial nos serviços de saúde e de capacitação continuada nos temas de raça, saúde e gênero sob a perspectiva dos direitos humanos.

para saber mais viste o site Direito à Saúde da Mulher Negra

 Projeto Saúde da Mulher Negra Lança Manual sobre Projeto de Convenção Contra o Racismo

manual-suelaine-carneiro

 

Visando contribuir para a concretização da Convenção Interamericana Contra o Racismo e Toda Forma de Discriminação e Intolerância, o Manual apresenta o processo de elaboração do projeto, faz uma breve exposição da Organização dos Estados Americanos – OEA, uma descrição do racismo no Brasil e da situação da população afrodescendente na América Latina.

O Manual ressalta a importância da Convenção para a atuação no combate ao racismo, além de explicitar os direitos contidos no texto do Projeto de Convenção e os deveres dos Estados membros que a ratificarem.

Retire seu exemplar na sede de Geledés – Rua Santa Isabel, 137 – 4º andar- V.Buarque-SP/SP.

 

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench