Glaucoma atinge 635 mil brasileiros que não sabem que estão com a doença

Fonte: Terra Notícias

Foto: DreamPictures/Glow Images

No Brasil, 635 mil pessoas não sabem que possuem glaucoma e 985 mil tiveram a doença diagnosticada, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (COB). O glaucoma é responsável pela maior causa de cegueira irreversível no mundo. Até 2010, 8,4 milhões de pessoas perderão a visão. Hoje (26), o Dia Nacional de Prevenção do Glaucoma, a preocupação é com as pessoas que não sabem que estão com a doença. “O glaucoma é uma doença que nos preocupa muito porque 80% dos portadores não sentem absolutamente nada, então nós temos que abordar os fatores de risco” afirmou Paulo Augusto de Arruda Melo, professor adjunto do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O glaucoma é uma doença ocular causada pelo aumento da pressão interna do olho que provoca lesão no nervo óptico e no campo visual, podendo levar à cegueira. Há três tipos de glaucoma, o congênito, apresentado por recém nascidos; o secundário, que ocorre após cirurgia ocular, catarata avançada, uveítes (inflamações na úvea), diabetes, traumas ou uso de corticóides e o crônico, que costuma atingir pessoas acima de 35 anos de idade.

De acordo com Arruda Melo, o glaucoma atinge lentamente o globo ocular e as pessoas vão se adaptando, e quando percebem as alterações na visão, a doença já está num estágio avançado. Segundo ele, o glaucoma não pode ser evitado. Mas o tratamento impede a cegueira. “Não conseguimos prevenir a chegada do glaucoma, o que conseguimos prevenir é a cegueira pelo glaucoma”, disse. Por isso, o CBO recomenda a realização anual do exame oftalmológico.

O glaucoma é uma doença crônica que não tem cura, mas na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Otratamento da doença é feito com colírios que baixam a pressão intra-ocular, ou com medicamentos. “O grande problema é a fidelidade ao tratamento, como 80% das pessoas não sentem nada elas acabam abandonando o tratamento”, afirmou o professor.
Segundo ele, quando o tratamento medicamentoso não apresenta resultado é recomendada a cirurgia a laser ou de incisão, para impedir a evolução da doença.

Tem maiores riscos de desenvolver a doença, pessoas com histórico de glaucoma na família, indivíduos com mais de 40 anos de idade, pessoas da raça negra, indivíduos míopes que usam lentes acima de seis graus, diabéticos e pacientes que tiveram trauma ocular ou doenças intra-oculares, de acordo com a Associação Brasileira de Amigos, Familiares e Portadores do Glaucoma (Abrag).

O glaucoma está na lista das doenças do Ministério da Saúde como uma das patologias relacionadas no Programa de Combate às Principais Causas de Cegueira no Brasil. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza as cirurgias para conter a evolução da doença.

Matéria original: Glaucoma atinge 635 mil brasileiros que não sabem que estão com a doença

+ sobre o tema

Anatel proíbe venda de chips da Oi, Tim e Claro

Medida foi motivada pelo crescente número de queixas dos...

Ditadura e escravidão já foram, mas a tortura ficou

Em artigo para a Agência de Notícias das Favelas...

Médico surpreende casal surdo ao usar Libras em atendimento de emergência

'Foi incrível ver nos olhos deles o brilho ao...

Especialista aponta recorte racial como prioridade de vacinação

Estudo mostrou que as desigualdades raciais e sociais foram...

para lembrar

Mulheres em luta pelo direito à comunicação

Carta aberta por um novo marco regulatório para...

As vitórias pouco divulgadas do Brasil

O pessimismo geral do país é um caso clássico...

Concursos abertos oferecem mais de 23 mil vagas – Parte 2

ÓrgãoUFVagasSal. máx.Inscrições Polícia...

Moradoras de favelas viram empreendedoras

"A gente achava que só pessoas com boas contas...
spot_imgspot_img

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...

Impacto do clima nas religiões de matriz africana é tema de evento de Geledés em Bonn  

Um importante debate foi instaurado no evento “Comunidades afrodescendentes: caminhos possíveis para enfrentar a crise climática”, promovido por Geledés -Instituto da Mulher Negra em...

Comissão da Saúde aprova PL de garantia de direitos à pacientes falciformes

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (5), o Projeto de Lei nº 1.301/2023, que reconhece a doença falciforme como...
-+=