Impedir amamentação em público pode render multa em SP

Constranger mães que amamentam em locais públicos pode render multa de R$ 500 para estabelecimentos se um projeto de lei aprovado em segunda discussão pela Câmara Municipal de São Paulo for sancionado pelo prefeito Fernando Haddad (PT). Empresas reincidentes podem pagar o valor de R$ 1 mil.

No A Tarde 

A proposta, aprovada no último dia 10, teve como base o caso da turismóloga Geovana Cleres, de 37 anos, abordada em 2013 por funcionárias do Sesc Belenzinho quando amamentava sua filha, na época com 1 ano e 4 meses. O episódio motivou um “mamaço”, realizado em novembro do mesmo ano.

O Projeto de Lei 843/2013 é de autoria dos vereadores Aurélio Nomura (PSDB), Edir Sales (PSD) e Patrícia Bezerra (PSDB). “É um direito inato, natural, mas não existe algo claro. Já reconhecemos o direito, mas ele nunca foi regulamentado. Após este problema, outros casos vieram a público e entendemos que preconceitos precisam ser quebrados”, diz Nomura.

O vereador afirma ainda que o valor da multa é simbólico. “A gente achou por bem criar esse projeto não só pela multa, mas para as pessoas terem conhecimento que é proibido fazer esse tipo de veto.” Nomura diz que acredita na sanção. “Dificilmente o governo vai vetar.”

Geovana também torce pelo sim de Haddad. “Tem um sentimento estranho. Precisa de uma lei para isso? Mas que bom que, de alguma maneira, algo foi feito. Tomara que ela seja sancionada.”

A turismóloga conta que ficou desconcertada quando foi abordada enquanto amamentava sua filha. “Fiquei pensando: ‘Por que eu parei?’ Estava com a minha filha e duas amigas. É surreal que a gente tenha de conversar sobre isso. Apesar de ter sido um ato desagradável, trouxe muita força.” O Sesc afirma que não há impedimento ao aleitamento nas unidades. Segundo a instituição, na época, houve falha de comunicação por parte de uma funcionária.

+ sobre o tema

Libertar-se do papel de macho-idiota ou ser vetor do sofrimento alheio?

Faz tempo que não sentia tanta vergonha alheia como...

‘Perdemos cada vez mais meninas e jovens’, diz pesquisadora

Jackeline Romio participou da Nairóbi Summit e aponta os...

Sou ateia, mas rezei: Uma história de violência sexual e direito ao aborto

Homens que possuem espaço na mídia foram instigados a...

Por um feminismo de baderna, ira e alarde

Neste 8M, ocuparemos politicamente as ruas e as nossas...

para lembrar

10 coisas que foram inventadas por mulheres e você não sabia

Quando você pensa em quem inventou um utensílio ou...

Vereadores de SP aprovam lei que permite presença de doulas em hospitais e maternidades da cidade

Vereadores de São Paulo aprovaram na última quarta-feira (7)...

Bancada feminina da Câmara diverge sobre veto à minissaia e ao decote

Mesa Diretora estuda regras de vestimenta para mulheres na...
spot_imgspot_img

Agosto Dourado:Sesc São Paulo promove atividades sobre Amamentação da Mulher Negra

O Sesc São Paulo promove na primeira semana de agosto, entre os dias 1 e 7, o projeto “Do Peito ao Prato”, durante a...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...
-+=