Incubadora Afro Brasileira recebe inscrições para formar empreendedores até 11 de junho

 

RIO – A Incubadora Afro Brasileira, que há dez anos se destina a formar pequenos empreendedores afrodescendentes, recebe inscrições para interessados em ter projetos incubados até 11 de junho. No Edital de Seleção de Negócios do 9º Processo Seletivo, serão oferecidas 300 vagas para incubação de empreendimentos, sejam eles formais ou informais.

 

As inscrições podem ser realizadas na Rua Senador Pompeu, 75 ou no site da Incubadora. A Incubadora Afro Brasileira, comandada pelo Giovanni Harvey, é a primeira incubadora de empresas com uma abordagem étnica no Brasil e tem como objetivo desenvolver o papel econômico da população negra através da implementação de “Planos de Negócios”.

 

A Incubadora Afro Brasileira foi criada em 2004, com base na experiência desenvolvida pelo Centro de Estudos e Assessoria Empresarial (CEM / IPDH) desde 1991.

 

O fortalecimento das micro e pequenas empresas, predominantemente urbana e nas áreas de comércio e serviços, é uma das principais formas para o reconhecimento profissional dos empresários afro-brasileiros.

 

A Incubadora Afro Brasileira oferece quatro tipos de prestação de serviços gratuitos: Formação em Gestão, Consultoria (economia, direito, contabilidade, marketing, finanças, etc); Apoio Logístico (feiras e infra-estrutura de eventos, stands de montagem, etc) e de Assistência técnica (visitas ao empreendimentos para ajudar o empreendedor a colocar o seu “Plano de Negócio” em prática).

 

A entidade apoia atualmente 1.032 empresas em mais de 20 cidades da região metropolitana do Rio de Janeiro e participa da rede de instituições que compõem a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

 

A tecnologia social desenvolvida pela Incubadora Afro Brasileira está sendo reaplicada no Brasil e outros países em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A incubadora mantém acordos de cooperação e intercâmbio com instituições de ensino e pesquisa na África, Europa e Estados Unidos.

Fonte: Extra

+ sobre o tema

A cada mil mulheres, um homem tem câncer de mama

Por Yuri Silva Do Atarde O professor Maurício Tavares intercala emoção...

Comissão do Senado aprova cotas para negros em concursos

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do...

Maju Coutinho é a nova apresentadora do ‘Jornal Hoje’

A TV Globo promove mudanças importantes em dois programas da emissora. Maju...

Chefão da Abril: “Imprensa pecou feio. É a vida”

Jornalista José Roberto Guzzo, membro do conselho editorial da...

para lembrar

O transplante de medula óssea para anemia falciforme

Sob emoção indescritível li que o Brasil incluiu no...

Racismo e desigualdade dominam debate da ONU sobre juventude no Rio

Racismo e injustiça social foram os temas predominantes no...

Idosos deprimidos têm mais chance de se tornarem acumuladores

O que fazer quando nossos entes queridos mais velhos...
spot_imgspot_img

Cimi registra ataques a povos indígenas em três estados

Os conflitos entre produtores rurais e grupos indígenas continuam no Mato Grosso do Sul e Paraná. De acordo com publicação feita neste sábado (20) pelo Conselho...

Movimento Negro cobra e Brasil se posiciona na ONU sobre agenda racial

Nesta quarta-feira, 17, durante a sessão do Fórum Político de Alto Nível nas Nações Unidas, em Nova York, Geledés – Instituto da Mulher Negra...

46º Prêmio Vladimir Herzog: inscrições prosseguem até 20 de julho

Termina no próximo sábado, 20 de julho, o prazo para inscrições ao 46º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos (PVH).  A premiação...
-+=