Joaquim Barbosa tem mais votos que Eduardo Campos

Se as eleições fossem hoje, segundo o instituto Datafolha, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, ostentaria um honroso quarto lugar nas intenções de votos dos brasileiros, à frente do socialista Eduardo Campos, político de carreira e governador mais bem avaliado do Brasil.

Mesmo sem jamais ter-se colocado como candidato a qualquer cargo eletivo, Joaquim Barbosa alcança hoje 8 pontos percentuais nas intenções de voto, contra no máximo 5, obtidos pelo governador de Pernambuco e presidente do PSB.

No primeiro cenário proposto pelo Datafolha, em que aparecem Dilma, Marina, Aécio, Barbosa e Campos, o ministro fica em quarto lugar, com 8% das intenções de voto, um ponto a mais que na sondagem anterior, feita em março. Eduardo Campos surge em quinto, com 5%, contra 4% da pesquisa anterior.

No segundo cenário, sem Dilma, mas com Lula na disputa, a posição do ministro Joaquim Barbosa permanece intacta: 8% de intenção de votos. Já o governador Eduardo Campos cai para 3%.

Numa terceira situação, em que o nome de Joaquim Barbosa não é colocado aos entrevistados, mas sim os de Dilma, Marina, Aécio e Eduardo Campos, o governador obtém 6% das intenções de votos – menos que os potenciais votos ao ministro nas outras simulações.

Grau de conhecimento – A assessoria do ministro não autoriza qualquer ilação a partir dos números do Datafolha. Barbosa mantém a posição de não disputar eleições. Os dados indicam, no entanto, que o magistrado é muito mais conhecido nacionalmente que o neto de Miguel Arraes. E mais, que a imagem do ministro está mais claramente associada à de oposicionista que a do governador, cujo partido ainda ocupa cargo no ministério da presidente Dilma.

 

E se Joaquim Barbosa fosse candidato a presidente?

Fonte: R7

+ sobre o tema

Deu no NY Times: “Fim do mundo? Já é aqui no Brasil”

Vanessa Barbara, colaboradora do The New York Times e...

Obama para de fumar e Michelle está ‘orgulhosa’

A luta contra o vício foi um dos temas...

Juízes lançam nota de repúdio à Condução Coercitiva de Lula

Juízes divulgam nota em que afirmam que não se...

Contra a servidão do espírito: sobre política, ética e educação, por Nadja Hermann

É preciso romper com nossa histórica incapacidade em perceber...

para lembrar

No dia D, Romney e Obama ainda disputam votos

por Rodolfo Borges Uma eleição em aberto. As pesquisas de...

Serra prepara saída e blindagem do governo

Por: FÁBIO ZAMBELI Tucano, que deixa o...

Entrevista com Silvio Humberto, vereador eleito de Salvador, ao site Bahia Notícias

Bahia Notícias  – O que você acha da renovação na...

Descalço, etíope vence maratona de Roma; belga morre após ataque cardíaco

Com o tempo de 2h08min39s, o etíope Siraj Gena...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=