Jovens de classe média são suspeitos de espancar mendiga no Leblon

Vítima foi agredida na Avenida Ataulfo de Paiva, no Leblon.

Três suspeitos foram detidos e levados para a 14ª DP.

Três jovens de classe média foram detidos, na madrugada desta quinta-feira (9), por suspeita de espancar uma mendiga no Leblon, na Zona Sul do Rio. A vítima foi agredida na Avenida Ataulfo de Paiva.

Os suspeitos foram encaminhados para a 14ª DP (Leblon), onde o caso foi registrado. Já a vítima foi levada para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, também Zona Sul. Não há informações sobre o seu estado de saúde.

Jovem espancado na Ilha

No dia 2, o jovem Vítor Suarez Cunha, de 21 anos, foi espancado na Ilha do Governador depois de defender um mendigo na Praia da Bica. Segundo a polícia, os cinco acusados de agredir o jovem foram presos.

Vítor, que passou por uma cirurgia em que teve 63 pinos implantados no rosto por causa das agressões, foi operado e rececebeu alta na tarde de quarta-feira (8)

 

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Quando o amigo é racista, a amizade e o respeito acabam

O empresário Rodrigo Branco fez comentários racistas sobre Maju...

US Open: Osaka protesta contra racismo com máscara com nomes de vítimas

Antes de entrar em quadra para disputar as quartas...

A Caixa Econômica Federal terá novo filme para retratar Machado de Assis

Quando o comercial foi lançado, a Seppir considerou 'lamentável'...

Portugal : Em seis anos foram abertos 154 processos de contraordenação por racismo

Nos últimos seis anos foram abertos 154 processos de...

para lembrar

Racismo e cultura: a leitura psicanalítica e política de Frantz Fanon

A comunicação “Racismo e cultura”, no Primeiro Congresso de...

Racismo, subtexto da intolerância religiosa

Não há uma perseguição generalizada a religiões no Brasil....

Pressionado, Pátio Higienópolis fecha acordo para atender crianças de rua

Medida foi fechada após repercussão negativa de pedido à...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=