Justiça concede liberdade sob fiança a assassino de Trayvon Martin

 

Os pais de Trayvon Martin no tribunal de Sanford, na Flórida, neste 20 de abril de 2012

A justiça da Flórida concedeu, nesta sexta-feira, liberdade sob fiança ao vigilante voluntário George Zimmerman, acusado de assassinar Trayvon Martin no dia 26 de fevereiro, e que fez suas primeiras declarações públicas, afirmando aos pais do jovem que está “desolado”.

A decisão do juiz Kenneth Lester estipula o pagamento de fiança de 150.000 dólares e ocorre um mês e meio após a morte do adolescente de 17 anos, que estava desarmado, em Sanford, na Flórida. O caso foi motivo de grande comoção no país por revelar o espectro de um crime racista.

George Zimmerman, que admitiu ter abatido Trayvon Martin, mas que alega legítima defesa, não deverá, no entanto, ser imediatamente libertado nesta sexta-feira. Uma vez fora da prisão, vai precisar, enquanto aguardar o julgamento, usar um bracelete eletrônico de vigilância dotado de GPS, além ser proibido de portar armas, ingerir bebida alcoólica ou de entrar em contato com a família da vítima.

Antes da decisão do magistrado, Zimmerman falou pela primeira vez publicamente no tribunal de Sanford, apresentando desculpas pela morte do jovem negro que voltava para casa após comprar doces.

“Estou desolado pela perda de seu filho. Não sabia a idade dele. Pensava que era um pouco mais jovem do que eu. Não sabia se estava armado ou não”, disse ele aos pais da vítima presentes ao tribunal.

De 28 anos e de origem peruana, George Zimmerman ouviu nesta audiência os advogados das duas partes argumentarem a favor e contra sua libertação com o pagamento de fiança.

Com o olhar grave, ele também ouviu sua esposa afirmar por telefone ao tribunal que seu marido não é perigoso, e que ela fará tudo ao seu alcance para que ele não fuja. “Eu garanto aos senhores, não é uma pessoa violenta nem representa uma ameaça para a comunidade”, lançou Shellie Zimmerman.

Mas o procurador Bernie del Rio, por sua vez, citou episódios violentos do passado de Zimmerman, incluindo uma detenção por ter agredido um oficial da polícia ou, ainda, um incidente de violência com uma mulher.

O juiz Mark Herr fixou para o dia 29 de maior a data de audiência durante a qual Zimmerman será formalmente acusado.

Fonte: Yahoo

+ sobre o tema

Advogado de atletas vê racismo no aumento de idade mínima para jogar na NBA

Em reunião na última quinta-feira, um advogado representando o...

Assuma a sua passibilidade!

Você pode ter o cabelo um pouco encrespado, mas a...

Rumo do julgamento é desesperador, diz viúva de músico assassinado por militares

Luciana dos Santos Nogueira, 46, acompanhou à distância o...

Žižek: Dois Panteras Negras

Há tempos esperávamos por um filme como "Pantera Negra",...

para lembrar

Policial mata caminhoneiro após briga de trânsito na BR-101, no ES

Após uma briga de trânsito, um policial militar matou...

Freud explica a ação dos justiceiros?

  Ana Cassia Maturano   Um homem acusado...

Câmara rejeita reduzir maioridade penal

O plenário da Câmara dos Deputados não aceitou reduzir...

Anhamona de Brito: juventude negra e a morte anunciada

Gabriel García Márquez, em 1981, lançou o livro Crônica...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=