Justiça de 9 Estados e do DF já reconhece união homossexual

da Folha Online

Apesar de não existir oficialmente, a união estável entre pessoas do mesmo sexo já foi reconhecida pela Justiça de nove Estados e do DF segundo levantamento feito nos Tribunais de Justiça, informam Johanna Nublat e Larissa Guimarães na edição de hoje da Folha. A reportagem completa está disponível apenas para assinantes do jornal e do UOL.

Essas decisões veem a união de gays e de lésbicas como uma família, o que ainda é bastante controverso no país, pois não existe legislação específica. Essa situação pode mudar após a aguardada manifestação do Supremo Tribunal Federal sobre a questão. O STF foi provocado a se posicionar no ano passado, pelo governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB). Ele entrou com ação pedindo que a união estável de pessoas do mesmo sexo tenha valor igual ao de uma união heterossexual. Enquanto não há uma regra clara, fica a cargo de cada magistrado interpretar se a legislação permite ou não a união.

Na maioria dos Estados, a Justiça reconhece o casal gay como uma sociedade de fato –trata não como uma família, mas como um negócio. O movimento gay defende justamente que os casais tenham o status de família e, por isso, pressiona o Supremo e o Congresso Nacional a mudarem as regras.

A reportagem encontrou pelo menos uma sentença favorável em primeira ou segunda instância em São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Goiás, Acre, Piauí, Mato Grosso e Alagoas. Os demais Estados não têm decisões favoráveis ou declararam não ter registro de julgamentos nesse tipo de questão. Um dos Estados pioneiros foi o Rio Grande do Sul, onde surgiu o termo “união homoafetiva” para designar a relação entre pessoas do mesmo sexo.

Matéria original:Justiça de 9 Estados e do DF já reconhece união homossexual

+ sobre o tema

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão...

Ação enviada ao STF pede inconstitucionalidade de escolas cívico-militares em SP

Promotores e defensores públicos encaminharam ao Supremo Tribunal Federal...

para lembrar

Artistas e criadores culturais negros se reúnem com a ministra Marta Suplicy no Rio de Janeiro

Pela efetivação de políticas públicas para a cultura negra,...

Nota sobre Feliciano como presidente da CDHC – Por Cidinha da Silva

O tempo e a movimentação da notícia na Internet...

Após censurar post de ‘Dilma Bolada’, Facebook pede desculpas

Facebook censurou post do perfil Dilma Bolada que fazia...

Na pandemia, 13,6% dos brasileiros acima de 18 anos já ficaram um dia sem refeição

Levantamento divulgado pelo Food for Justice – Power, Politics and...

Nova identidade tem CPF como número principal, QR code e abriga dados de outros documentos

O governo federal quer acelerar a corrida para digitalizar a identidade dos brasileiros. A nova CIN (Carteira de Identidade Nacional) representa o fim do RG e da impressão...

ONU pede que Brasil legalize aborto e denuncia ‘fundamentalismo religioso’

Alertando sobre o avanço do que chamou de "fundamentalismo religioso" no Brasil, um dos principais órgãos da ONU que lida com a situação da...

Trump se torna 1º ex-presidente condenado em ação criminal na história dos EUA

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente considerado culpado pela Justiça em uma ação criminal na história dos Estados Unidos. O veredicto, divulgado nesta quinta-feira (30),...
-+=