Justiça diz que Tiririca não precisa fazer novo teste para provar que sabe ler e escrever

Promotoria pediu que deputado eleito escrevesse redação


O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo indeferiu nesta quinta-feira (18) dois pedidos do Ministério Público para que o deputado eleito Francisco Everardo Oliveira da Silva, o Tiririca (PR-SP), fizesse novas provas para mostrar que sabe ler e escrever.

O promotor eleitoral Maurício Antonio Ribeiro Lopes entrou com dois mandados de segurança pedindo a anulação do teste realizado na semana passada pelo humorista.

Na última quinta-feira (11), Tiririca escreveu trechos ditados do livro Os 60 Anos da Justiça Eleitoral e, depois, leu e explicou trechos de duas matérias de jornal.

Apesar de ter aceitado participar do teste, o deputado eleito recusou-se a reescrever a carta na qual declararia ser alfabetizado. Tiririca admitiu que não redigiu a carta sozinho, mas não aceitou fazer a perícia para não produzir provas contra si mesmo.

Nos pedidos, a promotoria alega que não teve oportunidade de se manifestar sobre os documentos da perícia. Lopes solicita também que Tiririca escreva uma redação, de tema livre, e que ela seja avaliada de acordo com os parâmetros do Ministério da Educação de alfabetização de jovens e adultos.

Além desse novo teste, o primeiro mandado de segurança pede que a mulher do humorista seja intimada para reescrever a declaração de Tiririca, para comprovar que ela o ajudou a escrever a carta ou mesmo comprovar que ela a escreveu sozinha.

A decisão do TRE foi liminar e ainda deve ser submetida ao julgamento do mérito.

 

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

Gestão Arruda desviou R$ 1 mi do Bolsa Família, afirma CGU

Segundo auditoria, verba para administrar o programa foi usada...

Candidatos Negros: Senador eleito pelo Rio Grande do Sul 2010

Paulo Paim -  PT / RS - 3.895.822votos

Intervenção militar no Rio é fim, não é consequência

Sabendo dessa súbita decisão de se intervir militarmente no...

Estatuto da Igualdade Racial divide opinião de empresariado

  Uma das medidas apontadas pela diretora da Bandeirantes...

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=