quinta-feira, maio 26, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfricanosLágrimas na antestreia de filme sobre Mandela em Joanesburgo

Lágrimas na antestreia de filme sobre Mandela em Joanesburgo

Fonte: Do CINEBOX

Foi com emoção e algumas lágrimas que os sul-africanos receberam a cinebiografia de Nelson Mandela na antestreia do filme em Joanesburgo, no domingo.

Amigos, familiares e representantes do governo sul-africano fizeram questão de marcar presença naquela que foi a primeira apresentação oficial de «Mandela: Longo Caminho Para a Liberdade» na África do Sul.

Um filme que, infelizmente, não foi visto pelo homem que o inspirou – a saúde de Mandela continua a ser débil, e, apesar de ter deixado o hospital no início de setembro, o ex-presidente da África do Sul, com 95 anos, está a receber tratamento ao nível dos cuidados intensivos.

«Tenho pena de ele não estar suficientemente bem para ver o filme, ele teria sentido muito orgulho», disse à AFP George Bizos, amigo e advogado que defendeu Nelson Mandela nos anos 1960, quando o ativista anti-Apartheid foi condenado a prisão perpétua.

«[“Mandela: Longo Caminho Para a Liberdade”] será uma grande contribuição para a nossa história», acrescentou Bizos, aconselhando todos os sul-africanos a assistirem ao filme para entenderem «a importância do papel que Mandela teve, não apenas ao sacrificar a sua liberdade, mas também ao insistir numa solução pacífica para o problema».

O ministro da Justiça sul-africano, Jeff Radebe, confessou aos jornalistas ter chorado «várias vezes» durante a exibição: «É um filme muito emotivo, representa a luta de Nelson Mandela e do próprio povo sul-africano».

A atual esposa de Mandela, Graça Machel, e a ex-mulher do Nobel da Paz, Winnie Madikizela-Mandela, também não faltaram à antestreia. Em declarações feitas antes da exibição do filme, Winnie disse não ter palavras para descrever a representação que o filme faz de «um passado doloroso».

«Devemos lembrar-nos de onde viemos e que esta liberdade foi conquistada com dificuldade e com um preço muito muito alto», disse a mulher que esteve casada com Mandela durante os 27 anos que este passou na prisão.

Os britânicos Idris Elba e Naomie Harris interpretam os papéis de Nelson e Winnie Mandela num filme que só deverá chegar a Portugal no início do próximo ano.

 

Artigos Relacionados
-+=