Lei torna crime hediondo exploração sexual de crianças

Condenados por esse tipo de crime não terão o direito de pagar fiança. A pena prevista passa a ser de quatro a dez anos de prisão, que deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado.

(1’26” / 340 Kb) – Foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (21), a lei que torna crime hediondo exploração sexual de crianças, adolescentes e pessoas vulneráveis. O texto enquadra a utilização de crianças e adolescentes em atividades sexuais remuneradas, a pornografia infantil e a exibição em espetáculos sexuais públicos ou privados.

A lei é sancionada durante a Semana Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. A partir de então, o crime de exploração sexual ocorre mesmo que não tenha ocorrido o ato sexual propriamente dito.

Segundo o projeto sancionado, fica configurado crime de exploração sexual qualquer outra forma de relação sexual ou ação erótica que implique proximidade física e sexual entre a vítima e o explorador.

A pena prevista passa a ser de quatro a dez anos de prisão. A punição também é aplicada a quem facilitar a prática, impedir ou dificultar o seu abandono pela vítima. Será enquadrado na mesma pena quem for pego praticando sexo ou outro ato libidinoso com alguém menor de 18 e maior de 14 anos no contexto da prostituição.

Os condenados por esse tipo de crime não terão o direito de pagar fiança e não terão direito a anistia, graça ou indulto natalino. A pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado.

De São Paulo, da Radioagência BdF, Leonardo Ferreira.

Fonte: Brasil de Fato

+ sobre o tema

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de...

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

para lembrar

‘Ele ligou e disse: ‘Cybele está morta’’, diz irmã de ex-modelo assassinada

Amazonense Cybele Johnson, que vivia na Itália, foi assassinada...

Comissão aprova criação do Dia da Mulher Negra

Senador(es) Relacionado(s): Gilberto Goellner Paulo Paim Serys Slhessarenko Valter Pereira A situação da mulher...

Fenômeno China pode estar com dias contados, diz estudo

Produção industrial, vendas do varejo, investimentos em capital: não...

Ubuntu: Coletivo baiano lança rede social de aprendizagem colaborativa

A REDE SOCIAL SURGE PARA FACILITAR A COMUNICAÇÃO E...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do Estado emerge da catástrofe. A pandemia de Covid-19 deveria ter sido suficiente para demonstrar que...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um alerta sobre o impacto econômico e social das mudanças climáticas que atinge todo o mundo....

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...
-+=