Luciana Genro: “Não aceito como natural a opressão aos LGBTs, às mulheres, às negras e aos negros”

De Luciana Genro

Almejar uma sociedade que ainda não existe, mas que é uma possibilidade real. Assim o filósofo alemão Ernest Bloch definiu a utopia concreta. Não é uma fantasia, mas sim uma busca das possibilidades efetivas que estão latentes e ainda não foram realizadas. Não é uma mera idealização por que é vinculada a uma ação que aponta para o futuro.

 

 É com esta concepção que encarei o desafio de ser candidata a Presidência da República e de defender e lutar por esta utopia concreta. Acredito firmemente que o que há hoje não é o todo possível. O que hoje ainda não é, amanhã é o que ainda pode ser. Otimismo? Sim, vivo entre o pessimismo da razão e otimismo da vontade, como escreveu Gramsci. Os sonhos podem ser uma tentativa de transcendência da realidade dada, e a esperança uma racionalidade antecipadora. Se juntos, sonho e esperança, forem os motores da ação.

No dia a dia, os interesses dos de cima são sempre apresentados como interesses universais. Discurso feito para justificar a dominação oculta que tenta banir o pensamento crítico. Me nego a aceitar a exploração e o abismo entre ricos e pobres como um dado natural e imutável. Me nego a aceitar este simulacro de democracia que vivemos como o máximo alcançável. Não aceito como natural a opressão aos LGBTs, às mulheres, às negras e aos negros.

(…)

 

Fonte: O Essencial

+ sobre o tema

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

Projeto SETA tem novo financiador e amplia trabalho aprofundando olhar interseccional

O Projeto SETA (Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista),...

para lembrar

Pedreiro se forma em Direito após pedalar 42 km por dia para estudar

Joaquim Corsino recebeu o diploma nesta quinta-feira (17). Aos 63...

“Raça, Gênero, Democracia e Participação Política no Brasil”

Hoje, 29/09/2020, acontecerá a primeira aula do curso “Raça,...

Reflexão sobre o processo de ampliação da política de cotas raciais

Na última terça-feira, dia 02/06, o Conselho Universitário da...

Morador de rua e catadora passam em concursos e servem de inspiração

Acreditar, estudar e mudar de vida. A fórmula pode...
spot_imgspot_img

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...

Inscrições para ingresso de pessoas acima de 60 anos na UnB segue até 15 de maio; saiba como participar

Estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para Pessoas Idosas que desejam ingressar nos cursos de graduação da Universidade de Brasília (UnB) no período...
-+=