Lula avisa que voltará a viajar pelo país para defender causas sociais

Ex-presidente disse que será “lobista número 1” das bandeiras que defende

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (15), em discurso no congresso da UGT (União Geral dos Trabalhadores), em São Paulo, que, passados quase sete meses do início do governo Dilma Rousseff, pretende voltar a viajar pelo país para defender as causas sociais.

– Serei o lobista número 1 das causas sociais e vou voltar a incomodar algumas pessoas outra vez.

Lula discursou por 20 minutos e fez uma defesa de seus oito anos à frente da Presidência da República. De acordo com o ex-presidente, nenhuma categoria, durante seu governo, ficou sem aumento real de salário.

– Não é possível que alguém não tenha tido aumento real no meu governo.

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

“Angú Incubado” Por: Zulu Araujo

Para quem não sabe, Angu é uma comida típica...

Obama precisa se justificar perante o Congresso sobre ação militar na Líbia

A Casa Branca enviou, nesta quarta-feira, um dossiê de...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

para lembrar

ONU convoca brasileiros para combater o racismo

Os superlativos números da violência contra jovens negros no...

O cabelo dos meninos pretos – por Cidinha da Silva

Por Cidinha da Silva Algo de sinistro acontecia com os...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

Paulo Paim: sim, é possível

Eu sempre penso o Brasil a partir de decisões...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=