Maya Angelou: mulher negra estampa pela 1ª vez moeda de dólar nos EUA

Enviado por / FonteG1

Poeta e ativista afro-americana Maya Angelou aparece na nova geração das 'quarters', as moedas de 25 centavos de dólar, que são as mais utilizadas no país.

A efígie da poeta e ativista afro-americana Maya Angelou se tornou a primeira mulher negra a estampar moedas de dólar nos Estados Unidos.

Angelou estampará o verso da nova geração das “quarters”, as moedas de 25 centavos de dólar, que são as mais utilizadas do país.

Moeda em homenagem a Maya Angelou
THE DEPARTMENT OF TREASURY/AFP

Desde 1932, a moeda de 25 centavos só foi cunhada duas vezes com versões alternativas: a série de 50 moedas representativas de cada estado, na década de 2000, e a série de parques nacionais, entre 2010 e 2021.

Os primeiros exemplares já foram cunhados pela Casa da Moeda americana e exibidos pelo Departamento do Tesouro.

As “quarters” estão sendo cunhadas em grandes volumes para uso diário nas cidades de Filadélfia e Denver e entrarão em circulação em breve, segundo nota publicada na segunda-feira (10).

A homenagem é o resultado de um projeto de lei aprovado no fim de 2020 de autoria de Barbara Lee, congressista democrata do estado da Califórnia.

Homenagem a mulheres

A moeda de Maya Angelou é o primeiro exemplar de uma série denominada “Prominent American Women” (“mulheres americanas proeminentes”, em tradução livre), que homenageará várias mulheres ilustres.

Entre elas estão Sally Ride, astronauta e física; Wilma Mankiller, primeira nativa americana líder da Nação Cherokee; Nina Otero-Warren, política e ativista latina; e Anna May Wong, atriz aclamada como a primeira estrela de ascendência asiática.

Maya Angelou

Conhecida por suas memórias e poesia, Maya Angelou é considerada uma das autoras mais emblemáticas sobre as condições das comunidades negras nos EUA.

A poeta escreveu amplamente sobre a vida no sul do país, região onde nasceu que historicamente é marcada pela segregação racial.

Amiga do ativista e líder religioso negro Malcolm X e militante no movimento do líder e pastor Martin Luther King, Marguerite Johnson, seu nome de batismo era Marguerite Johnson.

Angelou morreu em 2014, aos 86 anos.

+ sobre o tema

As mulheres independentes são fortes e não se escondem à sombra de ninguém!

As mulheres fortes independentes não aceitam ser controladas, porque...

Maju faz homenagem a colegas negras em camiseta: “Esse time no peito, bixo”

por Carolina Farias no UOL A apresentadora da previsão do tempo...

Abaixo o PL504: 10 desenhos com representatividade LGBTQIA+ para assistir

Foi em um post terno no Instagram da minha...

8 atitudes de mulheres altamente confiantes (que vão dar um gás na sua autoestima)

Todos conhecemos mulheres que chamam imediatamente a atenção quando...

para lembrar

spot_imgspot_img

Defender Maria da Penha é defender a vida das mulheres, os direitos humanos e a democracia

Maria da Penha está sendo ameaçada de morte. Foi necessário que a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, recorresse ao governador do Ceará, Elmano de Freitas,...

Naomi Campbell celebra 40 anos de carreira com exposição em Londres

Para celebrar os 40 anos de carreira, a supermodelo britânica Naomi Campbell, 53, ganhou uma exposição no Museu Victoria & Albert, em Londres, na Inglaterra. Intitulada “Naomi: In...

O pior conselho de carreira que Lupita Nyong’o recebeu após ganhar um Oscar

Após vencer o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo papel em 12 Anos de Escravidão (2013), Lupita Nyong'o recebeu diversos conselhos.  Uma década depois da vitória do prêmio, a atriz relembrou...
-+=