sexta-feira, fevereiro 3, 2023
InícioSem categoriaMemorial Lélia Gonzalez cumprimenta e agradece ao Dr. Humberto Adami

Memorial Lélia Gonzalez cumprimenta e agradece ao Dr. Humberto Adami

A 16ª Câmara Cível do Rio condenou a Sony a pagar R$ 300 mil mais correção (cerca de R$ 1,2 milhão no total) ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos numa causa do movimento negro e do advogado Humberto Adami.

A sentença se refere a um caso em que Tiririca cantava num CD de 1996 que mulher negra “fede como gambá”.

Gravadora é condenada a pagar indenização por música considerada racista em CD de Tiririca. Para advogado, caso foi ‘bullying’

Atualizado em 30/03/2011 às 14:36 – Ana Carolina Torres

O advogado Humberto Adami – que representava 15 entidades do movimento negro na ação que condenou a Sony Music a pagar R$ 1,2 milhão de indenização por conta de uma música do atual deputado federal Tiririca, gravada num CD de 1996, e considerada racista – disse, nesta quarta-feira, que o caso foi um dos primeiros de “bullying” no Brasil. O processo, iniciado em 1997, tinha como alvo a canção “Veja os Cabelos Dela”, composta pelo próprio Tiririca e que dizia: “Parece bom-bril, de ariá panela / Eu já mandei, ela se lavar / Mas ela teimo, e não quis me escutar / Essa nega fede, fede de lascar / Bicha fedorenta, fede mais que gambá”.

– A música era tocada em escolas e muitas mães negras começaram a ter problemas com as filhas. As crianças não queriam mais ir à escola – disse Humberto.

Coordenadora da ONG Criola – de Defesa e Promoção dos Direitos das Mulheres Negras -, Lúcia Xavier disse que a condenação da Sony foi uma vitória. Segundo ela, a gravadora tem que ser responsável pelo conteúdo veiculado pelos CDs que lança:

– Essa decisão recoloca em nosso estado a obrigatoriedade do respeito ao cidadão.

A condenação da Sony foi noticiada pelo jornalista Ancelmo Gois, em sua coluna no jornal O Globo desta quarta-feria. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Sony limitou-se a informar que vai recorrer da sentença.

 

Fontre: Lista Racial

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench