Mensagem falsa de vírus ebola no Brasil se espalha na internet

Circula em correntes de e-mail e grupos do WhatsApp uma mensagem que afirma que o vírus ebola entrou no Brasil e já fez vítimas fatais. É mentira

Uma mensagem que afirma que o vírus ebola entrou no Brasil está sendo disseminada na internet. Sua origem é desconhecida, mas o texto já foi compartilhado milhares de vezes, sobretudo por correntes de e-mail e aplicativos de dispositivos móveis, como o WhatsApp.

A divulgação diz que um nigeriano chegou a São Luís (MA) com o vírus ebola e teria sido internado no Hospital Universitário (HUUFMA) com sintomas da doença. Ainda de acordo com o texto, o paciente faleceu no último sábado (9) e tudo foi acobertado pelo governo do Estado do Maranhão e pelo Ministério da Saúde. A mensagem falaciosa também sugere que a Polícia Federal iniciou uma operação denominada de “Fronteiras Fechadas”, com o objetivo de impedir que africanos entrem no Brasil.

O Hospital Universitário informou, por meio de nota, que não existe nenhum caso de paciente internado na Instituição com o vírus Ebola. Esclarece ainda que a informação divulgada pelas redes sociais é de extrema maldade, com intuito de causar pânico na população. Fato reafirmado pela secretaria de saúde do estado.

Suspeitas não confirmadas

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirmou que já houve casos de pacientes que vieram da África com sintomas variados e que foram encaminhados para serviços de referência para verificar o risco de ser ebola.

“Tem casos de pessoas que vêm de países onde nem tem ebola e os sintomas nem são parecidos”, diz Barbosa. Para ele, isso mostra que os profissionais e o sistema de saúde em geral estão “muito sensíveis” para identificar esses casos. “Isso é bom, desde que não se caia no exagero de não observar de onde a pessoa veio, o que pode sobrecarregar os serviços de referência.”

Nenhum dos casos apresentados até o momento no país preencheu os requisitos para ser considerado suspeito de ebola. “Um era malária e o outro era infecção urinária. Como a pessoa tinha vindo da África, pensaram que poderia ser ebola. Mas no hospital de referência, essa possibilidade é descartada.”

Ebola no Brasil

A probabilidade de o ebola chegar ao Brasil é muito baixa, de acordo com Barbosa. “O ebola não se transmite pelo ar, diferentemente de outros vírus. Só transmite se a pessoa tiver contato direto com sangue ou fluidos corporais de pessoas doentes”, diz. Outra característica que dificulta a propagação da doença para outros continentes é que o paciente tem mais probabilidade de transmitir a doença quando aparecem os sintomas.

“Todo caso de ebola é grave, não tem casos com sintomas leves ou assintomáticos”, diz o secretário. Dessa forma, é mais fácil identificar o paciente que pode transmitir o vírus. Além disso, pacientes nesse estado provavelmente não conseguiriam fazer uma viagem internacional.

Fonte: Pragmatismo Politico

+ sobre o tema

Temer retira 70% da verba de combate ao trabalho escravo, apontam auditores

De 2015 para 2017, caiu quase pela metade o...

Saúde: 307 crianças ianomâmis desnutridas foram resgatadas em 2023

Ao longo do ano de 2023, 307 crianças ianomâmis diagnosticadas com...

Mídia e diversidade sob a ótica de três mulheres negras

A Escola de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do...

para lembrar

Ministra Eleonora Menicucci critica médico que não faz aborto legal

Para secretária de Políticas para Mulheres, profissional que não...

O Curso Saúde da População Negra para a desconstrução do Racismo Institucional no SUS

Dentre todos os agravos que impactam a saúde da...

O NEGRO NA MÍDIA

Discriminação racial e o uso estratégico dos dados dos...

Corregedoria prende oito PMs para investigar morte de homem em SP

Corporação anunciou instauração de inquérito nesta quinta-feira.Homem foi encontrado...
spot_imgspot_img

Movimento Negro cobra e Brasil se posiciona na ONU sobre agenda racial

Nesta quarta-feira, 17, durante a sessão do Fórum Político de Alto Nível nas Nações Unidas, em Nova York, Geledés – Instituto da Mulher Negra...

46º Prêmio Vladimir Herzog: inscrições prosseguem até 20 de julho

Termina no próximo sábado, 20 de julho, o prazo para inscrições ao 46º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos (PVH).  A premiação...

Governo federal apresenta ODS 18 sobre igualdade étnico-racial em evento na ONU

O Governo Federal, por meio da Secretaria-Geral da Presidência da República e com apoio do Pnud, realiza nesta terça (16/7) evento paralelo ao Fórum...
-+=