Ministra Iriny Lopes recebe Moção de Aplauso, na III Conferência da Mulher, em Alagoas

por Arísia Barros

A III Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, em Alagoas foi organizada pela Secretaria da Mulher da Cidadania e dos Direitos Humanos que tem a frente a Secretária Kátia Born.

Acontecida, no Auditório Virgínio Loureiro, no Centro de Cultura e Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, a conferência reuniu gerações de mulheres alagoanas Aproximadamente 244 delegadas, representantes dos movimentos sociais e do governo se fizeram presentes.

Segundo Kátia Born: “a Conferência se constitui em espaço por excelência para que as mulheres dos diversos segmentos apresentem suas propostas nas áreas de educação, segurança, emprego e renda, voltadas à construção da igualdade, tendo como perspectiva o fortalecimento da autonomia econômica, social, cultural e política das mulheres”.

No final da Conferência foram aprovadas moções, dentre elas a moção de Aplauso a ministra Iriny Lopes, Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres

“As mulheres e homens reunidos na plenária final da 3ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, ocorrida dia 10 de outubro, em Maceió, estado de Alagoas, considerando a brilhante iniciativa em prol da construção de uma cultura de mídia igualitária, democrática e não reprodutora de estereótipos de gênero, com a dimensão etnicorracial, da identidade sexual e relacionados aos aspectos geracionais, resolve:

Parabenizar a senhora ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Sra. Iriny Lopes, pela proposição ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) de retirada do ar da peça publicitária produzida para a lingerie da marca Hope, veiculada em todo território nacional, em que consagrada modelo reflete uma indução à manutenção da imagem da mulher subalternizada e objeto de manipulação sexual. Uma construção secular, que já não mais aceita pelo movimento feminista do Brasil, como também pela grande maioria das mulheres brasileiras que lutam pela liberdade de ser pessoa.

A ministra Iriny Lopes, com sua ação política busca garantir o cumprimento das leis que coíbem a reprodução de conteúdos depreciativos e discriminatórios em relação a mulher, visando assim a construção de uma nova concepção midiática da cultura de gênero.

Fonte: Raízes da África

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Sônia Nascimento – Vice Presidenta

[email protected] Sônia Nascimento é advogada, fundadora, de Geledés- Instituto da...

Suelaine Carneiro – Coordenadora de Educação e Pesquisa

Suelaine Carneiro [email protected] A área de Educação e Pesquisa de Geledés...

Sueli Carneiro – Coordenadora de Difusão e Gestão da Memória Institucional

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade...

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou que o Estado do Rio de Janeiro e o município do Rio se abstenham de apreender e...

Geledés e Alana lançam pesquisa sobre municípios que colocam a Lei 10.639/03 em prática

Em Diadema (SP), após um ano de implementação da Lei 10.639/03, que há 20 anos alterou a LDB e instituiu a obrigatoriedade do ensino da história e...

Superior Tribunal Militar julga recurso de condenados pela morte do músico Evaldo Rosa e do catador de latinhas Luciano Macedo, no RJ

O Superior Tribunal Militar (STM), em Brasília, julga nesta nesta quinta-feira (29) um recurso contra a condenação de oito militares do Exército pelas mortes do músico Evaldo Rosa e do...
-+=