segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioEm PautaMinistra Luiza Bairros se reúne com GT de Especialistas em Afrodescendentes da...

Ministra Luiza Bairros se reúne com GT de Especialistas em Afrodescendentes da ONU

Encontro amanhã (13/12), no Rio de Janeiro, será seguido de coletiva de imprensa para apresentação de resultados das visitas do grupo ao Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro

 

A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, se reúne amanhã (13/12), no Rio de Janeiro, com o Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre Afrodescendentes. Em visita a cidades brasileiras desde o dia 3 de dezembro, o GT tem a missão de examinar questões relacionadas aos direitos humanos dos afrodescendentes brasileiros. O relatório final do Grupo, contendo todas as conclusões e recomendações, será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas em 2014.

Às 11h, os participantes do encontro recebem a imprensa para apresentação de um balanço da missão. A coletiva acontece no Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio), no Palácio Itamaraty, Avenida Marechal Floriano 196 – Centro, Rio de Janeiro.

O Grupo de trabalho visitou Brasília, Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, onde se reuniram com autoridades federais, estaduais e municipais, assim como com representantes da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), organizações não governamentais, acadêmicos e comunidades de afrodescendentes, incluindo grupos religiosos de ancestralidade africana. O GT visitou também quilombos, terreiros e favelas e esteve com representantes da polícia em um centro de detenção para saber mais sobre as experiências de afrodescendentes em conflito com a lei.

As especialistas abordaram questões relacionadas com pobreza, estigmatização, desigualdade, acesso a saúde, educação e justiça, participação nos processos políticos e o direito dos afrodescendentes à propriedade. Também conversaram sobre manifestações contemporâneas de racismo, xenofobia e discriminação no Brasil, com foco especial na discriminação múltipla que mulheres e homens jovens afrodescendentes enfrentam.

Estabelecido em 2002 pela então Comissão de Direitos Humanos, após a Conferência Mundial contra o Racismo, realizada em Durban, em 2001, o Grupo de Trabalho é composto por cinco especialistas independentes, servindo em suas capacidades pessoais: Verene Shepherd (Jamaica), relatora-presidenta; Monorama Biswas (Bangladesh); Mireille Fanon-Mendes-France (França); Mirjana Najcevska (Antiga República Iugoslava da Macedônia) e Maya Sahli (Argélia).

Coordenação de Comunicação da SEPPIR

Fonte: Seppir

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench