domingo, outubro 2, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaNo OrunMorre Nilo Feijó, ícone da cultura negra no Rio Grande do Sul

Morre Nilo Feijó, ícone da cultura negra no Rio Grande do Sul

Morre Nilo Feijó, ícone da cultura negra no Rio Grande do Sul.

O samba, o Carnaval e a cultura negra do Rio Grande do Sul perderam uma de suas referências. Morreu nesta terça-feira, aos 82 anos, Nilo Alberto Feijó, vítima de três infartos do miocárdio.

No Carnaval de Porto Alegre, Nilo Feijó, entre outros funções, foi compositor de sambas e marchas. Entre as entidades que desfilaram com suas composições estão a Acadêmicos da Orgia, Imperadores do Samba e, principalmente, Trevo de Ouro.

Como dirigente, Nilo Feijó por mais de duas décadas fez parte da diretoria da Associação Satélite Prontidão, entidade centenária criada em 1902 por ex-escravos, da qual era o atual presidente.

Nilo Feijó presidiu, também, o Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Rio Grande do Sul (Codene) entre 2008 e 2010, e fez parte do  Conselho Municipal dos Direitos do Povo Negro, da Capital, no biênio 2011-2013.

O velório será realizado nesta quarta-feira, entre 8h e 11h, na capela C do Crematório Martin Lutero (Rua Guilherme Schell, 465).

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench