terça-feira, janeiro 31, 2023
InícioQuestão RacialCasos de RacismoMulher é presa após desobedecer e chamar policial militar de "macaco"

Mulher é presa após desobedecer e chamar policial militar de “macaco”

O caso aconteceu por volta das 15h de ontem (25), na Rua Cabo Verde, no Jardim Tijuca

Do  Agência de Notícias da cidade Portal do Pantanal

Sindojus/MG/Reprodução

Após confusão envolvendo briga de casal, mulher de 27 anos foi presa por chamar um policial militar de “macaco”. O caso aconteceu por volta das 15h de ontem (25), na Rua Cabo Verde, no Jardim Tijuca, em Campo Grande. A autora foi atuada por injúria, desacato, desobediência e resistência.

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência de violência doméstica e quando chegou ao local encontrou o homem tentando invadir a casa da ex-mulher que estava com o atual namorado. Os ex-marido e a mulher, então, começaram se empurrar e a equipe policial precisou intervir para que não acontecesse nada mais grave. O agressor havia se machucado no portão e sofrido ferimento grave no pé.

Descontrolada com a situação, a mulher passou a xingar os policiais militares e na sequência foi informada de que seria presa por desacato. A mulher, então, reagiu, tentou morder um policial, além de chamar um dos integrantes da equipe que tem a cor negra, de “macaco” e pé de “macaco”.

A autora foi presa em flagrante e liberada após pagar fiança no valor de um salário mínimo, ou seja, R$ 954. O caso foi registado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench