Mulher esconde pedido de ajuda na lição de casa do filho para denunciar maus tratos do marido

Mulher era mantida isolada, e todo contato com outras pessoas era supervisionado pelo marido

Sob a vigilância constante do marido, uma uruguaia vítima de violência doméstica encontrou uma forma engenhosa de denunciar sua situação para a polícia na Espanha.

Vivendo em Benalmádena, na província de Málaga, no sul do país, ela não podia sair na rua sozinha e usar o celular ou entrar nas redes sociais sem a permissão do marido. Ele ainda fazia checagens frequentes no telefone e filtrava qualquer contato seu com o mundo exterior, segundo relatos da polícia ao jornal ABC, que revelou o caso.

Mas ela conseguiu esconder um bilhete com um pedido de ajuda em meio à lição de casa de seu filho de 8 anos. Nele, explicava sua situação e dava dados pessoais, inclusive seu endereço.

A professora do menino achou o bilhete dentro de um livro e avisou a direção da escola, que entrou em contato com as autoridades e o Centro Municipal da Mulher de Benalmádena.

violencia domestica2
Pedido de ajuda no livro escolar do filho levou a polícia a investigar o caso

Para evitar riscos à mulher, foi elaborado um plano para investigar a denúncia sem levantar suspeitas. O casal foi convocado para ir à escola para uma suposta reunião sobre o filho.

Quando chegaram à escola, o marido esperou do lado de fora, e ela entrou na sala. A mulher relatou aos policiais os maus tratos que estava sofrendo, descrevendo as agressões, inclusive uma ocasião em que o marido teria colocado fogo na cama para intimidá-la, e exibiu os vários hematomas que tinha pelo corpo.

O homem foi detido ali mesmo, mas depois libertado sob a condição de se manter afastado a uma distância mínima da vítima e de usar uma pulseira eletrônica que informa à polícia se esta medida for descumprida.

A mulher e seu filho estão recebendo assistência do Instituto Andaluz da Mulher, órgão governamental dedicado à promoção da igualdade de gênero.

+ sobre o tema

Senado lança programa para promover igualdade de raça e gênero

Em cerimônia realizada nesta quarta-feira (7), foi lançado no...

“É que o povo é ignorante”: Por Adriano Senkevics

Este texto é um misto de reflexão e desabafo....

Exposição reforça a luta pelo direitos da mulher negra no Brasil

Mostra pode ser visitada até o dia 21 de...

Estupros em São Paulo aumentam 16,6% em novembro

O número de estupros, incluindo estupro de vulnerável, aumentou...

para lembrar

Entrevista: O panorama da exploração sexual infantil no Brasil

No Brasil, o 18 de maio é lembrado como...

Tereza Ferraz e Simone de Beauvoir

Queridas amigas Ha algum tempo me afastei da militancia feminista,...

A Marcha das Mulheres contra Trump se tornou ‘indispensável’ nos EUA

Norte-americanas vão marchar novamente em oposição ao governo de...
spot_imgspot_img

Mulher tem aborto legal negado em três hospitais e é obrigada a ouvir batimento do feto, diz Defensoria

A Defensoria Pública de São Paulo atendeu ao menos duas mulheres vítimas de violência sexual que tiveram o acesso ao aborto legal negado após o Conselho...

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...
-+=