Mulheres de Belém vítimas de violência doméstica podem denunciar por telefone e atendimento virtual

Enviado por / FonteG1

As mulheres vítimas de violência doméstica podem realizar denúncias por telefone e meio virtual disponibilizados pela Coordenadoria da Mulher de Belém (Combel). De acordo com a ONU Mulheres, a violência física e sexual contra mulheres têm aumentado durante o período de isolamento social provocado pelo coronavírus.

Por meio dos canais de atendimentos, as mulheres vulneráveis podem contar com encaminhamentos jurídicos, psicossociais e outros. Em 2019, mais de 8 mil casos de violência doméstica foram registrados no Pará. As orientações de isolamento social em todo o Pará iniciaram no dia 16 de março, com a divulgação do primeiro decreto estadual diante da pandemia do coronavírus.

Segundo a Combel, a ligação é recebida por assistentes sociais que fazem escuta da vítima e ajudam de acordo com a necessidade de cada mulher, orientando sobre como proceder em situação de agressão. As denúncias podem ser realizadas através do Disque Denúncia 180 da Central de Atendimento à Mulher ou pelo contato da Combel, no número (91) 98896-1453, que funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h.

Ainda, as denúncias de violência doméstica e outras violações dos direitos humanos podem ser feitas pelo aplicativo SOS Mulher, desenvolvido pela Prefeitura de Belém em parceira com o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA). As denúncias vão direto para a Guarda Municipal, que faz a averiguação dos casos. O aplicativo está disponível para os sistemas Android e iOS.

 

Leia Também:

Geledés no Enfrentamento ao Coronavírus – PLPs em Ação!

+ sobre o tema

para lembrar

Casos de estupro coletivo mais que dobraram no Brasil nos últimos cinco anos

Segundo dados do ministério da Saúde, ocorrem uma média...

Quem são autoras negras referências do Brasil – e porque conhecê-las

Autoras negras contam a história de um Brasil que...
spot_imgspot_img

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....

Documentário sobre Ruth de Souza reverencia todas as mulheres pretas

Num dia 8 feito hoje, Ruth de Souza estreava no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O ano era 1945. Num dia 12, feito...
-+=