“Nada abala meus filhos”, diz mãe de Sheron Menezzes no dia da Consciência Negra

Arquivo pessoal – Sheron Menezzes atua em parceria com a mãe Veralinda em projeto voltado às crianças negras

no IG

Em parceria com a mãe Veralinda, que é ativista do movimento negro, a atriz mantém projeto infantil voltado a crianças negras e lançou livro sobre princesa afro

Longe das telas desde a novela “Babilônia”, Sheron Menezzes tem dedicado parte de seu tempo livre a um projeto socioeducativo em parceria com a mãe, Veralinda Menezzes, voltado a crianças negras. Trata-se do “Princesa Violeta”, que começou como um livro infantil e hoje se transformou em um programa de contação de histórias já presente em escolas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Baseado na relação com a filha, o livro de conto de fadas escrito por Vera conta a história de uma princesa negra que se sente rejeitada pelo pai e luta por seu amor.

sharom menezes2
Reprodução

“As famílias brancas precisam para e pensar no que deviam melhorar”, diz a atriz

A trama, publicada pela primeira vez em 2008, chegou às livrarias com o apoio de Sheron, que dá vida à Princesa Violeta. “O projeto aborda a diversidade racial e de gênero. É importante para as crianças negras se sentirem representadas e as brancas entenderem o que existe no universo delas. Com a representação do ser humano no universo mágico, as crianças ficam apaixonadas e se sentem representadas”, conta.

A autora, que também é ativista social, faz um desabafo sobre o preconceito no Brasil. “As famílias brancas precisam parar e pensar no que deviam melhorar. Enquanto eles não entenderem que racismo é crime, as crianças vão crescer reproduzindo o que aprenderam em casa. No outro lado, felizmente, as vítimas não aceitam mais esse abuso e agora podem contar com a penalização. Não existe crime sem o criminoso.”

Além de Sheron, Veralinda é mãe de mais três filhos: SchenaDrayson e o Draiton. Ela fala sobre a criação deles. “Criei meus filhos com empoderamento e naturalidade. Nada os abala. Nunca tivemos problemas. Sempre ensinei eles a se posicionarem”.

+ sobre o tema

para lembrar

Fé não deve ser posta à frente do debate, dizem religiosas sobre aborto

QUANDO SE FALA em aborto, a perspectiva religiosa costuma...

Ele é ela; ou não será ninguém

Neon Cunha recebeu o registro de nascimento como sendo...

O dia mais triste do ano

Levantou às duas e quarenta da matina, tentando esquecer...

Coisa de vagabunda

por Clara Isso é coisa de vagabunda. Mulher que se...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=