Guest Post »

“Nada abala meus filhos”, diz mãe de Sheron Menezzes no dia da Consciência Negra

Arquivo pessoal – Sheron Menezzes atua em parceria com a mãe Veralinda em projeto voltado às crianças negras

no IG

Em parceria com a mãe Veralinda, que é ativista do movimento negro, a atriz mantém projeto infantil voltado a crianças negras e lançou livro sobre princesa afro

Longe das telas desde a novela “Babilônia”, Sheron Menezzes tem dedicado parte de seu tempo livre a um projeto socioeducativo em parceria com a mãe, Veralinda Menezzes, voltado a crianças negras. Trata-se do “Princesa Violeta”, que começou como um livro infantil e hoje se transformou em um programa de contação de histórias já presente em escolas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Baseado na relação com a filha, o livro de conto de fadas escrito por Vera conta a história de uma princesa negra que se sente rejeitada pelo pai e luta por seu amor.

sharom menezes2
Reprodução

“As famílias brancas precisam para e pensar no que deviam melhorar”, diz a atriz

A trama, publicada pela primeira vez em 2008, chegou às livrarias com o apoio de Sheron, que dá vida à Princesa Violeta. “O projeto aborda a diversidade racial e de gênero. É importante para as crianças negras se sentirem representadas e as brancas entenderem o que existe no universo delas. Com a representação do ser humano no universo mágico, as crianças ficam apaixonadas e se sentem representadas”, conta.

A autora, que também é ativista social, faz um desabafo sobre o preconceito no Brasil. “As famílias brancas precisam parar e pensar no que deviam melhorar. Enquanto eles não entenderem que racismo é crime, as crianças vão crescer reproduzindo o que aprenderam em casa. No outro lado, felizmente, as vítimas não aceitam mais esse abuso e agora podem contar com a penalização. Não existe crime sem o criminoso.”

Além de Sheron, Veralinda é mãe de mais três filhos: SchenaDrayson e o Draiton. Ela fala sobre a criação deles. “Criei meus filhos com empoderamento e naturalidade. Nada os abala. Nunca tivemos problemas. Sempre ensinei eles a se posicionarem”.

Related posts