Nelson Mandela comemora os 20 anos de sua libertação da prisão

Enviado por / FonteDo Terra

O último presidente do apartheid na África do Sul, Frederik de Klerk, celebra nesta terça-feira o 20º aniversário do discurso histórico no Parlamento em que anunciou a libertação dos prisioneiros políticos, entre eles Nelson Mandela, e a legalização dos partidos negros.

“Este discurso foi um marco na história da África do Sul. Para os sul-africanos brancos, ele marcou a vontade de acabar com séculos de humilhação e dissensões e abandonar a posição dominante que ocupavam há 300 anos”, declarou Dave Steward, diretor da Fundação FW (Frederik Willem) de Klerk.

“Para os sul-africanos negros, os acontecimentos de fevereiro de 1990, o discurso de FW e a libertação de Mandela anunciaram uma nova era de dignidade, de igualdade e de direitos políticos”, prosseguiu.

Para marcar este aniversário, a Fundação organizou nesta terça-feira na Cidade do Cabo (sudoeste) uma conferência intitulada: “20 anos após o dia 2 de fevereiro de 1990: olhar para trás, olhar para a frente”. Várias personalidades, entre elas o próprio De Klerk, deviam discursar.

O último presidente branco da África do Sul pronunciou o famoso discurso no dia 2 de fevereiro de 1990, cinco meses depois de sua eleição, num momento em que a tensão nos guetos estava no auge e a economia sofria as consequências das sanções internacionais.

“Foi um gesto corajoso, para evitar que o país mergulhe no caos”, analisou Paul Graham, diretor do Instituto para a Democracia na África Austral.

Nove dias depois do discurso, Nelson Mandela, o herói da luta contra o apartheid, saiu de prisão, depois de passar 27 anos atrás das grades.

A libertação de Mandela surpreendeu muitos sul-africanos. “Sempre tive a certeza de que Mandela seria libertado algum dia, mas não achei que estaria vivo para ver isso”, declarou à AFP o ex-arcebispo da Cidade do Cabo e militante contra o regime segregacionista Desmond Tutu.

As negociações entre Mandela e De Klerk, iniciadas quando o primeiro ainda estava preso, deviam levar o país, então à beira da guerra civil, para a democracia.

“Nelson Mandela foi um dos primeiros a se dar conta da necessidade de uma solução pacífica e negociada”, disse De Klerk, 73 anos, à AFP.

“Ele trouxe uma contribuição indispensável às negociações e à promoção da reconciliação nacional de nossa nova sociedade”, acrescentou o ex-militante do Partido Nacional, responsável pela criação do quadro legal do apartheid.

Em 1993, os dois homens receberam o Prêmio Nobel da Paz. Um ano depois, Mandela foi eleito à presidência da África do Sul, tornando-se o primeiro chefe de Estado negro do país.

Dezesseis anos depois de suas primeiras eleições multirraciais, a África do Sul conquistou a democracia, mas enfrenta altos níveis de desemprego e criminalidade e uma desigualdade crescente entre ricos e pobres.

O duplo aniversário “nos dá a chance de refletir sobre se tiramos proveito das oportunidades que nos foram oferecidas”, sentenciou Graham.

 

+ sobre o tema

Seu cabelo é crespo ou cacheado?

Cabelos crespos e cacheados, predominantes entre os brasileiros, vêm...

Médicos preferem que Mandela permaneça internado

  Os médicos do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela não têm...

Quando R goza, por Adriana Graciano

por Adriana Graciano Quando R goza Meu coração quase se esquece de como...

Mapeamento genético revela novas origens de escravizados no Brasil

Com base em amostras de DNA de 50,2 mil...

para lembrar

14 músicas de diferentes cantores indígenas brasileiros para conhecer

A música indígena reflete todo o espírito de um povo,...

Morre em Salvador a atriz Auristela Sá do Bando de Teatro Olodum

A atriz baiana Auristela Sá, do Bando de Teatro...
spot_imgspot_img

Grávida, Iza conta que pretende ter filha via parto normal: ‘Vai acontecer na hora dela’

Iza tem experienciado e aproveitado todas as emoções como mamãe de primeira viagem. No segundo trimestre da gestação de Nala, fruto da relação com Yuri Lima, a...

Sambista ligada ao rap, Leci Brandão rebate críticas de Ed Motta: ‘Elitista’

Leci Brandão, 79, rebateu com estilo as recentes declarações de Ed Motta, que chamou de "burros" os fãs de hip hop, "sem exceção". Sem citar...

‘Bad Boys 5’ já está sendo discutido, afirma produtor

‘Bad Boys: Até o Fim‘ estreou há apenas uma semana, mas um 5ª filme para a franquia estrelada por Will Smith e Martin Lawrence já está sendo discutido. A...
-+=