Netinho condena disputa polarizada entre PT e PSDB em SP

O pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PCdoB, Netinho de Paula, criticou nesta sexta-feira (23), a bipolarização da disputa na capital entre PT e PSDB, e defendeu a importância de o eleitorado ter outras opções de escolha nas eleições de outubro deste ano.

“Eu acho importante ter candidaturas do PCdoB, do PMDB, do PRB, para a gente poder colocar o dedo na ferida e começar a pensar na população e não só na questão partidária”, disse ele em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Para Netinho, a cidade perdeu muito com o fato de o governo federal estar nas mãos do PT e as administrações municipal e estadual serem de oposição. “São Paulo negou todos os programas que foram apresentados pelo governo federal nos últimos oito anos. O Minha Casa, Minha Vida é um exemplo.” Para ele, a maioria desses programas não foram aceitos pelos governos tucanos porque teriam “a marca do PT”.

Questionado sobre a possibilidade de o seu partido apoiar outro pré-candidato à Prefeitura, Netinho afirmou que acredita na sua candidatura e que o PCdoB tem se esforçado para emplacar seu nome nas eleições. “Como pré-candidato, eu tenho de acreditar que a minha candidatura vai vingar. Mas a política é muito dinâmica”, ponderou.

“A candidatura é pra valer. Eu acredito que a bipolarização entre PT e PSDB só interessa a estes dois partidos”. Ele também declarou que, caso seja eleito, cumprirá o mandato de prefeito até o final.

Fiscalização

Na entrevista, Netinho afirmou que a cidade de São Paulo não conta hoje com meios eficientes para fiscalizar como é aplicado o dinheiro arrecadado com multas. No programa, ele anunciou que pretende aumentar a vigilância.

“A aplicação de multas é rigorosa, mas tem de fiscalizar para onde vai os recursos. Os meios de fiscalização foram enfraquecidos”, declara. “Os conselhos e corregedorias deram mostras de que pretendem se fortalecer e vou fazer isso”.

Netinho afirmou que ampla maioria que a prefeitura possui na Câmara Municipal, dificultando a fiscalização. “Você não tem condições de instalar uma CPI e se aprofundar nas investigações”.

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

‘Não aguento mais ficar em casa’, diz Lula

Apenas três dias após ter sido submetido à primeira...

Mario Magalhães diz o óbvio sobre a chacina no Pará

"Pará: de um lado, foram mortas dez pessoas; de...

Juíza lança “O Negro no Século XXI”

Fonte: Portal Imbuí - "O Negro no Século XXI"....

Miséria é a principal herança da escravidão, diz Dilma

A presidente da República Dilma Rousseff definiu a "invisibilidade...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...

Em 20 anos, 1 milhão de pessoas intencionalmente mortas no Brasil

O assassinato de Mãe Bernadete, com 12 tiros no rosto, não pode ser considerado um caso isolado. O colapso da segurança pública em estados...
-+=