Novembro Negro debate diversidade na infância e juventude na Ufal do sertão

Evento terá discussão em torno das pesquisas acadêmicas sobre a diversidade entre crianças e jovens

No Alagoas 24 horas

Imagem: Divulgação

O projeto Seminário Infâncias e Juventudes em Debate realizará, no dia 5 de novembro, discussões sobre a temática da diversidade étnico-racial, de gênero e sexualidade, durante o Novembro Negro, na sede do Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia. Serão abordadas as pesquisas de docentes da Universidade Federal Fluminense do Campus Goytacazes (UFF), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e dos três campi da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), nas áreas de educação e psicologia, sobre suas pesquisas na temática da infância e juventude no Brasil.

O Campus do Sertão contará, também, com uma exposição especial em alusão ao mês da consciência negra, intitulada Cafuringar é muito bom, com fotos de autoria de crianças da comunidade quilombola Cafuringa, do Rio de Janeiro.

As mesas-redondas serão divididas em dois momentos: das 8h30 às 11h30 será o debate Infâncias e participação nos campos da política, das pesquisas e das comunidades, com os professores palestrantes Conceição Firmina Seixas Silva, Suzana Libardi e Beatriz Corsino Pérez, sob coordenação do professor Saulo Luders Fernandes. E a partir das 14h, vai ter a mesa Gênero, sexualidade e juventude: o espaço escolar, os movimentos sociais e a violência, com os professores Amanda Rocha Mattos, Ana Cristina Conceição Santos, Marcos Ribeiro Mesquita, e coordenação de Adriana Deodato Costa.

Para se inscrever, clique aqui.

Mais debates

Como parte da programação do Novembro Negro, o evento contará, ainda, com o 3º Ciclo de Debates do Nudes, intitulado Sociedade e educação: Violências silenciadas, no dia 21 de novembro, a partir das 13h30, com mesa de abertura, palestra e mesa-redonda. Já no dia 22, a partir das 14h, haverá a roda de conversa Socializando os números da violência no sertão alagoano.

O seminário Infâncias e Juventudes em Debate está inserido no projeto de extensão Grupo de Leitura em Estudos da Infância (Glei), vinculado ao Programa Círculos Comunitários de Atividades Extensionistas (Proccaext) da Pró-reitoria de Extensão da Ufal (Proex) e ao Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Diversidade e Educação do Sertão Alagoano (Nudes).

+ sobre o tema

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

Projeto SETA tem novo financiador e amplia trabalho aprofundando olhar interseccional

O Projeto SETA (Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista),...

para lembrar

Baixo desempenho do Brasil em teste da OCDE revela também desigualdade de gênero na educação

Um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento...

Letramento racial – a saga! – Por: Cidinha da Silva

Escrever uma crônica é algo trabalhoso, pelo menos para...

Professor(a), a educação antirracista esta entre as suas tarefas históricas?

Em toda minha memória escolar, dois contextos me marcaram...
spot_imgspot_img

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...

Inscrições para ingresso de pessoas acima de 60 anos na UnB segue até 15 de maio; saiba como participar

Estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para Pessoas Idosas que desejam ingressar nos cursos de graduação da Universidade de Brasília (UnB) no período...
-+=