O Ladrão de Bicicleta e a nossa sociedade racista

Uma experiência didática sobre o privilégio de se nascer branco em uma sociedade racista e o risco de se nascer negro numa sociedade onde o racismo é tão ‘naturalizado’.

 

Com o rapaz branco os passantes arriscam algumas perguntas, mas ninguém ousa chamar a polícia.

cerco

Já diante do jovem negro ninguém fica alheio ao ato que ele pratica e alguns além de fotografá-lo chamam a polícia e há momentos que achamos que ele corre risco real de sofrer violência física. Detalhe: ele é muito mais franzino que o garoto branco.

denúncia

Dois “ladrões”: um branco e um negro tentam roubar uma bicicleta em público.

Sumário: Neste episódio do programa de televisão estadunidense “O Que Você Faria”, dois atores diferentes encenam um roubo de bicicleta em um parque público. Ambos os atores são adolescentes, da mesma idade, vestindo roupas semelhantes, utilizando o mesmo conjunto de ferramentas de arrombamento, no mesmo parque, por volta da mesma hora do dia, tentando cortar a fechadura da mesma bicicleta, no entanto, um dos atores é negro e o outro é branco.
Uma câmera escondida documenta as diferentes reações das pessoas que passam pelo local e veem a cena.
A variação na reação das pessoas pode ajudar a ilustrar o conceito de discriminação racial.
Discriminação racial envolve o uso de raça ou etnia do indivíduo como base para determinar se uma pessoa está envolvida em atividades ilegais. Muitas vezes, a discriminação racial refere-se a uma atividade praticada pelos agentes públicos que fazem a aplicação da lei, no entanto, neste vídeo vemos pessoas comuns envolvidas nesta forma de discriminação.
Os espectadores podem ser incentivados a comparar e listar as diferenças nas reações das pessoas e falar sobre se (e como) estas diferenças constituem discriminação racial. Além disso, os telespectadores podem pensar sobre as implicações da discriminação racial, por que não importa se a situação apresentada foi encenada já que a discriminação racial foi real.
No final do clipe, um estereótipo de beleza branca (uma jovem branca, loira, com roupas atraentes) faz as mesmas ações que os atores anteriores que interpretavam um ladrão branco e um negro.
Por que as reações das pessoas a essa ‘ladra’ é tão diferente daqueles que reagiram aos meninos cortando o cadeado de bicicleta?
Este vídeo pode também ser usado para ilustrar um exemplo de uma experiência social.

 

Existe racismo no Brasil? Faça o Teste do Pescoço e descubra

 

Fonte: Maria Frô

+ sobre o tema

Manifestação reúne mil jovens contra o governo Alckmin

Marcha pela Jornada Nacional de Lutas da Juventude...

Roberto Carlos desconhecia o racismo na Rússia?

Roberto Carlos desconhecia o racismo na Rússia? Quando...

Zulu Araújo – Ausência de cheque e tênis de marca

O ano de 2012 não está nada alvissareiro para...

para lembrar

Thuler e Lincoln: quando o racista é seu amigo

Durante uma live no instagram entre os jogadores do...

Moçambicano barrado em SP para a Rio+20 chega com festa ao Galeão

Grupo de 100 pessoas aguardava Jeremias Vunjanhe no aeroporto...

Brasileiras denunciam racismo em palestra, em Harvard: ‘Tem piolho nas tranças?’

Duas brasileiras relataram ter sofrido racismo em uma das...
spot_imgspot_img

Após ‘discriminação racial’, Lewis Hamilton compartilha postagem em defesa a Bukayo Saka

O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, utilizou suas redes sociais para compartilhar um texto em em defesa do jogador Bukayo Saka, da...

Ministério da Igualdade Racial apresenta aprimoramentos da Lei de Cotas no Serviço Público em seminário na Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (11), a Diretora de Políticas de Ações Afirmativas, Layla Carvalho, representou o Ministério da Igualdade Racial no primeiro painel do Seminário Cotas no Serviço Público, na Câmara dos...

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...
-+=