ONG internacional alerta sobre violência policial no Brasil

Relatório da Human Rights Watch aponta que “tortura é um problema crônico”

 

A violência policial seguidamente acompanhada de impunidade, e um sistema carcerário “desumano” são os principais desafios que o Brasil enfrenta na área de direitos humanos, afirma o relatório anual da organização HRW (Human Rights Watch) divulgado nesta segunda-feira (24).

De acordo com o documento sobre 2010, o Brasil “tem consolidado seu lugar como uma das mais influentes democracias em assuntos regionais e globais”, mas ainda enfrenta enormes desafios em termos de direitos humanos, incluindo a revisão do passado político recente.

O relatório da HRW destaca a violência policial como um dos problemas mais graves e ressalta que apenas no Estado do Rio de Janeiro a polícia foi responsável por 505 mortes violentas no primeiro semestre do ano passado, o que representa a média de quase três mortes por dia.

De acordo com a entidade, a polícia insiste que essas mortes aconteceram em atos de “resistência armada” e isso impede que as circunstâncias dos incidentes sejam investigadas de forma correta.

O documento da HRW também denuncia a existência de um sistema carcerário com “condições desumanas”, no qual predominam a violência, a superlotação e a tortura, com um elevado número de casos de Aids e tuberculose.

“O uso de tortura é um problema crônico no sistema carcerário”, afirma categoricamente o informe, antes de completar que grupos organizados dominam as prisões.

A HRW também menciona no relatório que em 2010 o Brasil determinou a criação de uma Comissão da Verdade para investigar violações aos direitos humanos cometidas durante o regime militar (1964-1985), mas que a implementação do projeto ainda depende da aprovação do Congresso.

No plano internacional, destaca o documento, o Brasil propôs em 2010 que o Conselho de Direitos Humanos da ONU adote um método de trabalho “de mais cooperação e menos confrontação”.

No entanto, a ONG afirma que a proposta brasileira pode fragilizar o Conselho, caso a nova abordagem não venha acompanhada de medidas para assegurar que violações aos direitos humanos não fiquem impunes.

Copyright AFP – Todos os direitos de reprodução e representação reservados

 

Fonte: R7

+ sobre o tema

A luta antirracista e as ‘hashtags’

O capitalismo sempre foi racial. O capitalismo não seria...

Xuxa, o baixinho e o veganismo canibal

Sim, é possível amar um animal e desprezar um...

Escola em SP registra segundo caso de preconceito em poucos dias: ‘Retardado’

Menino de 11 anos, portador de deficiência intelectual leve,...

para lembrar

Spike Lee critica ausência de negros no poder na Bahia

João Pedro Pitombo Na área externa da sede da...

Torcedores são presos por racismo e homofobia em Brighton x Chelsea

Os três detidos durante empate em 1 a 1,...
spot_imgspot_img

O amor com o sol da manhã

Eu gosto do amor, eu gosto de amar. Inclusive, já escrevi muito sobre o amor nestas páginas, algumas vezes de forma explícita, outras vezes...

Se o Estado perder o controle, o que vai restar?

Cinco pessoas foram mortas durante a 16ª operação policial do ano no Conjunto de Favelas da Maré, nesta terça-feira, 11 de junho. Uma das...

Após ‘discriminação racial’, Lewis Hamilton compartilha postagem em defesa a Bukayo Saka

O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, utilizou suas redes sociais para compartilhar um texto em em defesa do jogador Bukayo Saka, da...
-+=