ONU lança guia para orientar denúncias de discriminação étnico-racial

 

BRASÍLIA (Notícias da OIT) – A Organização das Nações Unidas no Brasil desenvolveu um guia de orientação para denúncias de discriminação étnico-racial com o objetivo de orientar as pessoas na busca de seus direitos em casos de discriminação étnica e racial sofridas no país. O guia, organizado em cinco capítulos, apresenta o conjunto de instrumentos e mecanismos nacionais e internacionais que garantem a igualdade étnico-racial, bem como informações sobre o marco legal brasileiro e internacional e ainda endereços de órgãos de atendimento à população nos estados e capitais.

Em junho de 2009, durante a II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial

(II CONAPIR), em Brasília, o Grupo Temático Interagencial de Gênero e Raça das Nações Unidas no Brasil promoveu o evento Diálogos com a ONU pela Igualdade Racial, com o objetivo de fomentar troca de informações e experiências sobre a equidade racial entre o Sistema ONU no Brasil e a sociedade civil brasileira organizada.

O evento, que reuniu mais de 250 lideranças de todo o território nacional, consistiu em espaço inovador para os organismos das Nações Unidas debaterem com a sociedade civil os desafios da política de promoção da igualdade racial no Brasil de maneira a identificar diferentes formas de colaboração e intensificar o apoio ao governo.

O “Guia de orientação das Nações Unidas no Brasil para denúncias de discriminação étnico-racial” é uma resposta às demandas da sociedade civil identificadas durante esse evento.

A publicação, de linguagem simples e amigável, pretende orientar o cidadão e a cidadã na busca dos seus direitos em casos de discriminação étnica e racial sofridas no Brasil, fortalecendo, assim, os canais de comunicação entre o Sistema ONU e a sociedade civil.

Com esta publicação, importante iniciativa no marco do Ano Internacional dos Povos Afrodescendentes no Brasil, as Nações Unidas esperam contribuir com a sociedade e o governo brasileiro em prol da redução das desigualdades raciais, étnicas, de gênero e para o efetivo alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Para ter acesso ao guia na íntegra, visite o site da OIT: http://www.oit.org.br/content/onu-lan-guia-para-orientar-den-ncias-de-discrimina-o-tnico-racial                               

 

 

 

 

 

Fonte: Lista Racial  

+ sobre o tema

Jurema Werneck: Voz branca deve ser cada vez mais ativa no antirracismo

Brancos podem colaborar com a luta antirracista falando a...

Racismo é coisa séria!

(Foto: Eladio Machado/Terra) Zulu Araújo De Salvador (BA)...

Cotas raciais: Voto do Ministro Cezar Peluso

Ministro Peluso é sexto a votar a favor das...

Só metade dos jovens negros acredita chegar aos 35 anos

Estudo revela que jovens negros e mexicanos acham que...

para lembrar

A educação não é tarefa individual

Mario Sergio Cortella é filósofo, mestre e doutor em...

Projeto SETA promove eventos no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU 

Entre os dias 16 e 18 de abril, o Projeto SETA,...

DJ Lah, Alckmin e quem reagiu está morto

por Renato Rovai Segue um relato-reportagem, a meu...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=