quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioEm PautaOpinião: carta aberta a um ex-presidente

Opinião: carta aberta a um ex-presidente

Sinto muito, senhor ex-presidente, cada dia que passa sem uma retratação sua é um dia a mais envergonhando a todos nós

Por Vinicius Gomes

Nesta semana, Fernando Henrique Cardoso afirmou na manhã que o PT cresceu nos “grotões do país” (leia-se Nordeste), pois conta com os votos dos “menos informados” (leia-se pobres). Ora, senhor ex-presidente, que leviandade… O senhor não viu o que aconteceu nas eleições deste domingo na bem-informada São Paulo, por exemplo?

Menos informados, senhor ex-presidente, são aqueles que prezam mais pela ordem – não importando o quão injusta ela for – e elegem Bolsonaros, Felicianos, Russomanos e Telhadas.

Menos informados, senhor ex-presidente, são aqueles que, se o Mais Médicos fosse composto por brancos altivos de olhos claros vindo do Norte, diriam que nossos profissionais brasileiros “poderiam aprender mais”, mas uma vez que vieram negros de Cuba – trazidos à América por brancos altivos de olhos claros de outrora – preferem não reconhecer seus méritos.

Menos informados, senhor ex-presidente, são aqueles que exaltam a meritocracia – depois de terem escola, faculdade, celular, carro e gasolina pagos pelos pais – e taxam aqueles que lavram debaixo do sol inclemente em terras secas como “burros”, preguiçosos e manipuláveis bolsistas-família.

Menos informados, senhor ex-presidente, são todos aqueles que, sozinhos em suas bolhas móveis, blindadas e com ar-condicionado, ainda culpam pelo trânsito os coletivos nas faixas exclusivas que transportam dezenas e dezenas de trabalhadores espremidos.

Menos informados, senhor ex-presidente, são aqueles que não conseguem nem enxergar os verdadeiros culpados por seus problemas – aqueles que preferem jogar a culpa da crise hídrica em São Pedro, a repressão policial nos manifestantes e que fazem com que culpa seja sempre do outro!

Sinto muito, senhor ex-presidente… Sempre me identifiquei com vossa excelência, uma vez que compartilhamos o mesmo 18 de junho de nascimento e, assim sendo, segundo “nosso” mapa astral – se também quiser jogar a culpa nas estrelas – somos idealistas e abominamos a injustiça. Por isso, prefiro pensar que suas palavras de “grotões do país”, “menos informados” e “pobres”, estiveram fora de contexto e foram ditas por razões eleitoreiras, mas sinto muito, senhor ex-presidente, cada dia que passa sem uma retratação sua é um dia a mais envergonhando a todos nós.

Foto de Capa: Laílson Santos

 

 

Fonte: Revista Fórum

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench