Guest Post »

Os 100 dias da primeira-dama Michelle Obama

Fonte: Contigo!

Por Aline Salcedo

Michelle Obama, 45 anos, não é só a mulher do primeiro presidente negro dos Estados Unidos, Barack Obama, 47. Passados os 100 primeiros dias do governo, ela própria já se transformou em um acontecimento na história do país. Exemplo bem-sucedido de mulher moderna, Michelle, além de ser dona de uma sólida carreira profissional, dá conta com charme dos papéis de mãe e mulher. Seu guarda-roupa é outro capítulo à parte nessa trajetória de pouco mais de três meses como primeira-dama. Em vez de criar um estilo apoiado em grifes tradicionais – como Chanel, a exemplo do que faz a primeira-dama da França, Carla Bruni, 41 -, ela privilegia estilistas de talento emergente.

A primeira-dama não teve medo de ousar nem mesmo na posse do marido. Em um dos eventos em que esteve presente apostou – e fez bonito – em um vestido ouro-claro da pouco conhecida cubana Isabel Toledo. Segura, também não se priva de usar peças de lojas de departamentos, como a H&M. A última novidade de seu visual é o cabelo curtinho, com o qual compareceu à festa da revista Time, na quarta-feira (6). O bafafá em torno da aparência de Michelle começou bem antes da eleição de Barack, quando entrou para a lista das mais bem-vestidas da revista Vanity Fair. Recentemente, passou a integrar o ranking das mulheres mais bonitas de outra publicação, a People.

Dona de uma história de vida e um estilo bem diferentes de Jacqueline Kennedy, um marco quando o assunto é primeira-dama, tal qual Jackie, ela desfila um indiscutível carisma. Prova disso aconteceu no encontro com a rainha Elizabeth, em abril, em Londres. Durante recepção no Palácio de Buckingham, ela quebrou o protocolo real ao passar seu braço por trás das costas de sua majestade para cumprimentá-la. Sempre formal, a soberana retribuiu o abraço.

O que cativa na primeira-dama americana é, sem dúvida, sua espontaneidade. No mês passado, ela reuniu as filhas, Malia, 10, e Sasha, 7, e o marido para semear uma horta orgânica nos jardins da Casa Branca. Sua preocupação com uma alimentação saudável a fez até participar de uma campanha na TV com o personagem Elmo, do programa infantil Vila Sésamo.

Michelle nasceu em uma família pobre e venceu na vida lutando contra obstáculos como muitos outros negros americanos. Estudou em escolas públicas de Chicago antes de chegar às prestigiadas universidades de Princeton e Harvard, em que cursou sociologia e direito, respectivamente. Foi na firma de advocacia Sidley & Austin que conheceu o marido, que ficou sob seu treinamento ao ser contratado.

Engajada na campanha do marido, ela faz questão de deixar claro que não pretende um cargo político no governo Barack Obama. ”Minha missão principal, com toda a honestidade, será continuar a ser a mãe-em-chefe. Eu não fui eleita presidente”, disse em recente entrevista. Afinada com essa declaração, ela tem participado de significativas ações. Há duas semanas, arregaçou as mangas e ajudou a distribuir 2 mil sacolas de comida para crianças carentes de Washington e região em evento do Food Bank. Também manifestou solidariedade às vítimas da nova gripe surgida no México comparecendo a um evento escolar para comemorar a tradicional Festa de 5 de Maio, que lembra a Batalha de Puebla daquele país.

Em meio a tudo isso, Michelle não descuida da própria família. Mãe zelosa, sempre aparece com as filhas. Em sua rotina, até mesmo o cachorro da primeira família, Bo, tem vez e é levado por ela para passear.

Matéria original: Os 100 dias da primeira-dama. Personalidade, a marca de Michelle

Related posts