Parada Gay de Maceió/AL acontecerá dia 24 de novembro

 

Com o tema “TRANSforme o seu conceito. Gaylésbotransfobia, machismo e racismo É CRIME, a 13ª Parada do Orgulho LGBT de Maceió/AL, ocorrerá dia 24/11, tendo como ponto de concentração a orla de Pajuçara, em frente ao hotel Enseada, a partir das 12 horas. O tema tão diversificado, contemplando um leque de minorias, partiu a partir da vinda de varias entidades da sociedade civil, que este ano estarão contribuindo na organização do evento. Mas também vem como peça chave a preocupação de se cobrar melhoria na qualidade de vida das travestis e transexuais, “saúde, cultura, geração de emprego e renda, fortalecimento do convívio familiar e educação”, são algumas das reivindicações do evento.

O evento é uma realização das entidades: Grupo Gay de Alagoas / Associação Nacional de Militares das Forças Armadas / Associação dos Homossexuais do Complexo Benedito Bentes / Central de Movimentos Populares / ANAJÔ / Espaço Cultural Casa de Iemanjá / Grupo Direito a Vida / Grupo Gay de Maceió / Grupo de Gênero e Identidade / Blog Diversidade / Grupo de Pesquisa Gênero, Família e Desenvolvimento Humano da UFAL, Espaço Cultural Lá Rosa Mossoró / Blog Flávio Cansanção, Trupe Drag/AL / Centro Acadêmico Florestan Fernandes – Ciências Sociais da UFAL e Afinidades GLSTAL.

O evento acontece, como já é de praxe, dentro das atividades do Ciclo de Ativismo LGBT, entre as ações em destaque, estão o I SEMINÁRIO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS “Juntos traçando novas estratégias de combate a homolésbotransfobia, machismo, racismo e extermínio de jovens negros” / II Workshop de Fortalecimento de Ações de Prevenção as DST/Aids, Hepatites Virais e Direitos Humanos, durante as paradas LGBT em Alagoas / I Ato Inter-religiosa em solidariedade a familiares de vitimas da violência e o I Festival de Cultura LGBT de Alagoas, que ocorrerá nos dias 22 e 23/11, na praça Rayol no bairro de Jaraguá, com a participação de artistas locais e de fora. O referido festival terá manifestações artísticas integradas “musica, dança, transformismos, curso e mostra de Make artísticas, balé, recital de poesia e o mega espetáculo “Priscila a Rainha do Nordeste”, que contará com a participação de 10 artistas drags e transformistas´, cenário e efeitos especiais.

A parada e suas atividades alusivas tem o apoio do Governo Federal / Ministério da Saúde – através do Programa Nacional de DST/Aides e Hepatites Virais / Governo do Estado de Alagoas – através das Sec. De Estado da Mulher Cidadania e Direitos Humanos e sua Superintendência de Jovens / Sec. De Estado do Turismo / Sec. De Estado da Cultura / Sec. de Articulação do Estado / Sec. De Promoção da Paz / Sec. De Estado da Saúde – através do Programa Estadual de DST/aids e Hepatites Virais / Prefeitura Municipal de Maceió – Através das Secretarias de Promoção do Turismo / Sec. Municipal de Assistência Social / Sec. Municipal de Promoção do Turismo e a Fundação Municipal de Ação Cultural.

 

Fonte: Alagoas 24horas

+ sobre o tema

Pai Presente: 22 mil reconhecimentos de paternidade

O Pai Presente atende a mães e filhos maiores...

Quando o filho relata a homossexualidade para o pai…

Quando o filho(a) relata a homossexualidade para os...

Jarbas Barbosa: “Cubanos vão para onde é preciso um médico”

Jarbas Barbosa, secretário de Vigilância em Saúde do...

para lembrar

Sexo e gênero e a boçalidade eleita

"ANTES DA TRANSFORMAÇÃO DE UM HOMEM OU DE UMA...

Como o 8 de Março mudou a ciência

Eva Alterman Blay é Professora Emérita da USP e...

Especialistas pedem mais compromisso com saúde de presidiárias

Se a realidade psicológica e social da mulher encarcerada...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=