Guest Post »

PCdoB-SP aprova coligação com PT e apoiará Marinho ao governo paulista

PCdoB e PT vão marchar juntos nas eleições de 2018 no estado de São Paulo. Neste domingo (29/7), na Assembleia Legislativa (Alesp), a Convenção Eleitoral do PCdoB-SP aprovou o apoio à candidatura do ex-ministro Luiz Marinho (PT) ao governo paulista e dos petistas Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto ao Senado Federal.

Por André Cintra, do Vermelho 

 

Foto: Emiliano Capozoli

A aliança dá sequência a uma tradição de unidade entre os dois partidos. Em eleições estaduais, PT e PCdoB se coligam em São Paulo há 28 anos – a primeira dobrada ocorreu em 1990. No pleito atual, os comunistas devem indicar o primeiro suplente de Suplicy.

“Quem é do ABC já conhece Marinho. Conhece pelo trabalho que ele fez na periferia, pelos programas sociais e para garantir direitos”, declarou, na Convenção, o deputado federal Orlando Silva, presidente estadual do PCdoB. Segundo Orlando, foi Luiz Marinho, como ministro do Trabalho do governo Lula, quem idealizou a bem-sucedida política de valorização do salário mínimo.

“Em 7 de outubro, vamos colocar o estado de São Paulo no lugar que nós merecemos – na mão do povo trabalhador”, afirmou Marinho. “Nossa aliança é ampla justamente porque temos uma aliança com o povo trabalhador. Vamos fazer a inversão de valores: educação, esporte e cultura serão nossas prioridades, junto com a geração de oportunidades e empregos.”

Na disputa à Câmara dos Deputados, o PCdoB também vai se coligar com o PT, com prioridade para a reeleição de Orlando Silva. Já no pleito para deputado estadual, os comunistas lançarão uma chapa própria, encabeçada por Leci Brandão.

Com a palavra-de-ordem “Lula livre!”, a Convenção, lotada, exigiu a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso ilegalmente desde 7 de abril. O público também reiterou o apoio à pré-candidatura da comunista Manuela D’Ávila à Presidência.

Related posts