‘Pensei que ia morrer’, diz turista carioca estuprada em Natal

Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (23) no bairro de Ponta Negra. Vítima disse que o criminoso, armado com revólver, a levou para um matagal.

Do G1

Uma turista carioca que foi estuprada na noite desta quarta-feira (23) no bairro Ponta Negra, em Natal, disse que chegou a pensar que morreria. “Eu pensei que eu já estaria morta e que não ia mais voltar para o Rio. Eu pensei que depois daquilo tudo eu ia morrer”, afirmou.

A turista estava em Natal há uma semana e ia para uma boate em Ponta Negra, na Zona Sul da capital potiguar, quando foi abordada por um homem. Armado, ele a rendeu e a levou para um matagal, onde a violentou.salsa

“Ele não me segurou, só mostrou a arma e falou para eu andar do lado dele, fingir ser namorada dele e continuar andando tranquila. Ele foi me levando até o campo, me ameaçando o tempo todo, para que eu não tivesse nenhuma atitude suspeita”, disse a turista.

O crime
Segundo boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Plantão da Zona Sul, a jovem conta que o crime aconteceu por volta das 23h, nas proximidades da Rua do Salsa, uma das regiões mais badaladas de Ponta Negra.

É no bairro, que possui uma das maiores concentrações de bares e restaurantes da cidade, onde também está o famoso Morro do Careca, considerado o principal cartão-postal de Natal.

A turista disse que estava a pé, pois a pousada onde está hospedada fica a poucos quarteirões da boate. Ainda de acordo com o relato da vítima, o criminoso se aproximou e a conduziu até uma região de mata fechada que fica por trás da pousada, local onde ocorreu o crime.

A mulher ainda relatou que o criminoso usava cavanhaque, é magro e que tem pouco mais de 1,70 m de altura. E que após o estupro, ele ainda levou o aparelho celular dela. A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) investigará o caso.

+ sobre o tema

Denúncia de figurinista reverbera campanhas anteriores e reforça combate ao assédio

Mobilização contra José Mayer, marco feminista e chamado às...

Machismo: e se fosse um pedreiro?

Europeu branco beija repórter ao vivo; ato é visto...

Mulheres e cantadas: uma relação de medo – Por: Jarid Arraes

A violência sexual é um problema sério na vida...

para lembrar

Bela, recatada e do lar: Casamento e virgindade no Brasil Colônia

A Igreja precisava regulamentar, controlar desde o namoro às...

TSE: 30% de mulheres é lei

Partidos terão de cumprir à risca a determinação do...
spot_imgspot_img

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....

Documentário sobre Ruth de Souza reverencia todas as mulheres pretas

Num dia 8 feito hoje, Ruth de Souza estreava no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O ano era 1945. Num dia 12, feito...
-+=